Ad Code


 


 

Até quando Ilhéus?: Empresa de ônibus desobedece lei, Prefeito Mário Alexandre Omisso e trabalhador sendo desempregado

As empresas viametro e são Miguel ainda não têm cumprido com as leis municipais, nem tão pouco com as ordens judiciais onde obriga o retorno de 100% da suas frotas e com isso muitos trabalhadores tem perdido seus empregos, principalmente os da zona norte da cidade.

A Prefeitura de Ilhéus, havia notificado as empresas de ônibus Viametro e São Miguel a retornem 100% da frota com a liberação de gratuidades tanto para idosos quanto para pessoas com necessidades especiais, sem restrição de horários e, ainda, as rotas diárias para as zonas rurais desde 9 de setembro de 2020, entretanto as empresas tem passado por cima da lei e tem prejudicado muitos trabalhadores da zona norte de Ilhéus e distritos com a perda de seus empregos (veja aqui matéria do G1).


Vejam o relato de um trabalhador desempregado por desrespeito das empresas.

"Então eu estava trabalhando em um hotel na zona Sul de Ilhéus ( não quero citar nome para que não haja exposição negativa ) e já não estava conseguindo me encaixar nem pela manhã já que tinha que montar o café da manhã cedo, nem pela tarde porque eu saía as 22h, então, quando eu trabalhava pela manhã tinha que pegar motoboy que me custava 10 reais  e quando trabalhava pela tarde saindo de lá às 22h tinha que pegar um Uber que custa em média 15 reais e aos domingos pior ainda, já cheguei a ficar 1h52 min esperando um ônibus isso me custou a vaga fixa.

Agora estou indo trabalhar em alguns dias quando eles chamam mas aí é por conta própria na maioria das vezes vou e volto a pé para economizar porque se não nem compensa".

O vereador Augustão tem colocado sempre em pauta a situação do transporte público do município de Ilhéus, se atendo aos contratos e a melhor qualidade do serviço, entretanto a prefeitura continua omissa.

Postar um comentário

0 Comentários

Close Menu