sexta-feira, 18 de junho de 2021

Desumanidade. Governo Marão deixa crianças autistas sem medicamentos

Hoje (18 de junho) é o Dia do Orgulho Autista. Em Ilhéus há pouco a ser comemorado.

Crianças e demais pessoas autistas de Ilhéus, que dependem de remédios específicos e especiais, estão com os tratamentos suspensos. De maneira desumana e inaceitável, a secretaria municipal de saúde interrompeu o fornecimento das medicações. A falta pode gerar prejuízos permanentes às crianças.

Outro fato lamentável é a dificuldade de acompanhamento médico imposta pelo governo Mário Alexandre. Reportagem da TV Santa Cruz que foi ao ar nesta sexta-feira (18), informou que autistas e familiares costumam aguardar 5 meses pelas consultas médicas.

Enquanto isso, o prefeito Mário Alexandre desfila pelas redes sociais promovendo a pré-candidatura de sua companheira, Soane Galvão, à Assembleia Legislativa da Bahia.

Reeleito com 43,24% dos votos, Marão recebeu “licença” do eleitorado de Ilhéus para promover a continuidade do projeto de ascensão familiar por meio da política.

À TV Santa Cruz, o secretário municipal de saúde, Geraldo Magela, sempre volátil em suas declarações, disse que a SESAB é responsável pela interrupção no fornecimento. Só após perceber o problema, Magela decidiu iniciar um processo licitatório para adquirir os remédios.

Segundo o site da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), “o Transtorno do Espectro Autista (TEA) é um transtorno do neurodesenvolvimento, ou seja, é um distúrbio no desenvolvimento cerebral. O autismo é considerado uma síndrome, sendo assim é uma condição permanente. Diferente das doenças, as síndromes não têm cura. Os déficits de desenvolvimento se manifestam, geralmente, na primeira infância – do nascimento aos seis anos de idade – e variam desde limitações específicas na aprendizagem e controle motor até prejuízos nas habilidades sociais e na inteligência. É nessa fase que o cérebro realiza a maioria das ligações entre os neurônios, estabelecendo as condições para o desenvolvimento da criança”.

Matéria do Blog do Gusmão

quinta-feira, 17 de junho de 2021

Vídeo: Vereador Luca Lima chama a atenção do Prefeito Mário Alexandre quanto as manutenções das estradas rurais que estão abandonas há mais de 10 anos



Na última sessão desta quarta-feira (16), o vereador Luca Lima na oportunidade que teve, chamou a atenção do Prefeito Mário Alexandre por mais uma vez a respeito das estradas vicinais de Ilhéus, estradas abandonadas por mais de 10 anos.

Na sua fala o edil relembra momentos da infância na roça onde viveu a maior parte da vida e relatou as dificuldades enfrentadas até hoje por centenas de moradores dos distritos.

Veja o vídeo



Vereadores Fabrício Nascimento e César Porto pedem em Salvador melhorias para estradas vicinais de Ilhéus

 


O consórcio Litoral Sul vai receber, nesta sexta-feira (18), das mãos do secretário estadual João Carlos Oliveira, duas máquinas Patrol para ajudar no trabalho de recuperação das estradas vicinais em Ilhéus.

O anúncio foi feito hoje (16) aos vereadores Fabrício Nascimento e César Porto, ambos do PSB, durante visita que fizeram ao chefe de Gabinete da Secretaria Estadual de Agricultura (Seagri), Alisson Gonçalves. Acompanhou a reunião o secretário parlamentar da Câmara, Diego Danton.

Durante a audiência, os parlamentares reforçaram o pedido para um projeto ainda mais amplo, com a recuperação de 76 quilômetros de estradas rurais do município. O convênio para esta ação depende de uma regularização da Prefeitura junto ao governo da Bahia. O serviço irá beneficiar nove projetos de assentamentos, cujos agricultores necessitam de melhorias nas pistas para o escoamento da produção.

Matéria do site da câmara municipal de Ilhéus https://www.camaradeilheus.ba.gov.br/v2/vereadores-fabricio-nascimento-e-cesar-porto-pedem-em-salvador-melhorias-para-estradas-vicinais-de-ilheus/

Hospital Costa do Cacau nega atendimento a paciente e caso vai para o Ministério Público


O jovem Danilo Cruz da Silva deu entrada no Hospital no dia 14 de junho por volta das 23 horas sentindo fortes dores no intestino, mas foi surpreendido por ter atendimento negado, esse caso foi denunciado ao conselho de Saúde do município de Ilhéus e posteriormente denunciado pelo conselho ao Ministério Público.

Danilo ainda se deparou com um informe em um papel A4 onde dizia "Informamos que a partir das 15h do dia 14/06/2021 estaremos atendendo apenas pacientes classificados como "amarelos" e "vermelhos" conforme classificação de Manchester. Os demais "azuis" e "verdes" deverão se dirigir as Unidades Básicas de Saúde e aos Pronto Atendimento de seu Município. A Direção"

Acompanhe na íntegra a denúncia de Danilo ao Conselho de Saúde do Município de Ilhéus.

"Ao conselheiro de saúde Valério Bomfim.

Bom dia nobre conselheiro, utilizo deste meio, para formalizar denúncia em desfavor da direção e profissionais de saúde do hospital regional costa do cacau, em Ilhéus -BA.

Ocorre que no dia 14 de junho de 2021, por volta dás 23:40, recorri a citada unidade de saúde, sofrendo com uma suposta infeção intestinal, com diarréia constante, além de sensação de fraqueza corporal, a fim de ser atendido, diagnósticado e tratado.

Apresentei os documentos pessoais a recepcionista e relatei o meu problema de saúde, a mesma por sua vez, preencheu a ficha em uma unidade de processamento eletrônica, posteriormente pediu-me para aguardar a triagem que seria feita por uma enfermeira, alertou-me ainda, que por ordem da direção, a unidade hospitalar só atenderia tipificações amarelas e vermelhas, o que não compreendi, portanto, perguntei se eu seria atendido, ao que me respondeu que seria definido na triagem.

Após, longa espera e questionamentos que fiz sobre a demora no atendimento, uma vez, que estava sentindo dor e desarmonização intestinal, além do único paciente à ser triado, fui chamado por alguém utilizando instrumentos sonoros, momento no qual, o meu nome apareceu no painel eletrônico, solicitando o comparecimento na sala de acolhimento.

Já na sala de acolhimento, a enfermeira que se apresentou pelo nome de Nayane, utilizando a máscara abaixo do nariz, fez-me perguntas sobre a minha enfermidade atuau ,registrando as respostas num sistema, utilizando um computador, além de afirmar que provavelmente eu não seria atendido, pois, não estava classificado para tanto, orientou-me a procurar outra unidade de saúde , porém, se eu quisesse esperar para aventurar o atendimento, seria uma decisão de minha responsabilidade.

Como já passara da meia noite, não havia mais transporte para o deslocamento e o referido hospital é praticamente ao lado de onde resido, questionei-a sobre o motivo do não atendimento, ao que respondeu ser uma determinação da direção, pedi que fosse específica, ao que respondeu: " nem eu mesmo sei dizer", em seguida, perguntou-me se eu gostaria de questionar as médicas de plantão, ao que respondi positivamente, ela levantou-se, pediu-me para aguardar que iria chamar as médicas. Após um longo tempo aguardando o comparecimento da médica ou o retorno da enfermeira com uma justificativa plausível, ainda na sala de acolhimento, dirige-se a mim, uma técnica de enfermagem, a qual, não se identificou, informando que eu deveria procurar outra unidade de saúde, pois, a médica não iria me atender, contraditei-a, informando que estava ali aguardando a médica ou pelo

 menos a enfermeira que me abandonara na referida sala, ao que me respondeu que a enfermeira encontrava-se em horário de descanso e não retornaria, de fato, depois desse momento não compareceu mais!

Nesse momento, me senti impotente, doente, precisando de assistência médica, e sendo negada sem justificativa. Retornei a recepção e solicitei um momento com as médicas de plantão, o que me foi negado, perguntei os nomes das médicas, a recepcionista disse não saber.

Esgotado e constrangido, recorri aos seguranças do hospital, esses me trataram com cordialidade e respeito, não permitiram o meu acesso para falar com as supostas médicas plantonista, pois, passei a desconfiar que nem estivessem lá, porém, se comprometeram a ir apelar em meu favor, junto as médicas, entretanto, retornaram afirmando que elas disseram que não iriam atender, pois, estavam a mais de 5 ( cinco) meses sem receber os devidos salários.

Diante da clara omissão de socorro, bradei, com tom de voz moderado, que se essa era a razão da recusa no atendimento, elas deveriam ter procurado os meios legais para resolver a questão dos atrasos salariais e ficado em casa, pois, assim, a direção teria providenciado outro profissional disposto a realizar o atendimento!

Como ultima tentativa, fui ao posto policial do próprio hospital, onde estavam de plantão um sargento e uma policial feminina, solicitar apoio diante do crime cometido pelas médicas, o sargento orientou-me a registrar boletim de ocorrência na delegacia, posteriormente foi até as médicas no interior do hospital, no retorno da suposta conversa com as mesmas, orientou-me a procurar outra unidade de saúde, pois, elas não me atenteriam, porém, no mesmo instante, sem atendimento algum, um dos seguranças chega a recepção com uma recita enviada supostamente por uma das médicas. 

Por gentileza , senhor conselheiro, formalize a referida denúncia junto ao conselho de saúde e demais instituições competentes, pois, atitudes criminosas, como as que relatei, vem sendo praticadas pelos profissionais de saúde do hospital costa do cacau. Saliento que estou a disposição para quaisquer esclarecimentos futuros.

Danilo Cruz da Silva"

Resposta do conselho de saúde neste link

Foto do painel de chamada registrada por Danilo enquanto esperava primeiro Atendimento






Receita 




Vídeo: Vereador Augustão (PT) diz que MARÃO prefere gastar com iluminação de quadra que não existe a atender emenda Impositiva importante

O vereador Augustão (PT) de Ilhéus fez uma crítica  ao prefeito Mario Alexandre por não ter atendido uma emenda impositiva de 25.000,00 reais importantíssima, mas quer gastar dinheiro com iluminação de quadra que não existe.

Acompanhe na íntegra a mensagem e vídeo retirados do Instagram do edil.

"Fico impressionado como Falta dinheiro para serviços essenciais e de urgência, como o caso da Rua Maria Luiza no Iguape e vários outros pontos da Cidade, não tem R$25.000,00 para atender a uma EMENDA IMPOSITIVA, mas tem dinheiro para investir em iluminação de quadra que não existe. 

A obra da rua São Miguel (Iguape) deixaram pela metade sem dar qualquer satisfação a população que segue convivendo com o esgoto a céu aberto. A zona norte abandonada e o transporte público um caos.

Deixo a reflexão com vocês 👍👍

#VereadorAugustão

https://www.instagram.com/tv/CQORZFjhOro/?utm_medium=share_sheet"

Veja o vídeo:



quarta-feira, 16 de junho de 2021

Entrevista: Vereador Luca Lima afirma que existe um plano para tirar o seu mandato

 Em entrevista concedida ontem (15) no “Programa Na Boca do Povo”, da Rádio Bahiana de Ilhéus, apresentado pelo Radialista, Adilson Neves, o Vereador Luca Lima afirmou que provará sua inocência e acredita no julgamento da Comissão Processante, dos Vereadores na votação em plenário, como também, na opinião popular. 

Luca Lima falou que existe um “plano” para tirar o seu mandato, explicou sobre as denuncias que pesam contra ele, e enfatizou que as denunciantes já declararam que acusaram ele, mas, não tem provas, mesmo gravando suas conversas por dois meses sem o seu conhecimento. 

Veja partes da Entrevista do Vereador Luca Lima.



Desumano: Homem abandona filhote e cadela em caixote na Av esperança

 Um homem em uma bike abandonou um caixote com 6 filhotes de cachorro e uma cadela adulta, mãe deles, às 4:00 da madrugada desta quarta-feira (16) na Av. Governador Roberto Santos, antiga Avenida Esperança, próximo a Rota Transporte.


Os animais está na porta da casa de um morador local sendo alimentado e esperando que eles sejam adotados ou algum órgão competente possa ir buscá-los, caso alguém queira adotar um ou mais filhotes e/ou a mãe deles favor entrar em contato conosco no Instagram @inforilheus

Desde já agradeço, lembrando que abandonar animais é crime, esperamos que o autor deste crime seja responsabilizado.

Vejam o vídeo do morador que resgatou o animal.



terça-feira, 15 de junho de 2021

Executiva Nacional do DEM expulsa ex-presidente da Câmara Rodrigo Maia do partido

Após troca de acusações com presidente da legenda, ACM Neto, Maia anunciou em maio que pediria desfiliação por 'grave discriminação'. Deputado deve seguir no mandato.

 A Executiva Nacional do DEM decidiu nesta segunda-feira (14), por unanimidade, expulsar o ex-presidente da Câmara Rodrigo Maia (RJ) do quadro de filiados do partido.

Segundo a nota oficial da legenda (leia abaixo), a comissão "deliberou pelo cometimento de infração disciplinar, e consequente expulsão do deputado".

Um entendimento do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) define que, em caso de expulsão, o partido não pode requerer o mandato. Essa interpretação foi adotada, por exemplo, quando o deputado Alexandre Frota (SP) foi expulso do PSL, em 2019 – hoje, Frota é deputado pelo PSDB.

Por essa regra, Maia seguirá deputado federal e poderá se filiar a outra sigla.

Rodrigo Maia está no sexto mandato como deputado federal. Comandou a Câmara entre julho de 2016, quando sucedeu Eduardo Cunha (MDB-RJ), e fevereiro de 2021, quando foi sucedido por Arthur Lira (PP-AL).

Maia pediu para sair

Em maio, Rodrigo Maia já havia anunciado que apresentaria ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) um pedido de desfiliação do DEM. Naquele momento, o deputado não quis informar a qual partido se filiará.

No documento, Maia afirma que sofre "grave discriminação" política e pessoal na legenda e que houve "substancial mudança" do programa partidário do DEM, aproximando a sigla do presidente Jair Bolsonaro.

A Resolução 22.610/2007 do TSE prevê a desfiliação partidária com manutenção do mandato se houver justa causa, como incorporação ou fusão do partido; criação de novo partido; mudança substancial ou desvio reiterado do programa partidário; grave discriminação pessoal.

Com isso, se a ação de desfiliação fosse julgada procedente, Maia também teria o direito de migrar de partido sem perder o mandato. Foi o que aconteceu com a deputada Tabata Amaral (SP), autorizada pelo TSE a deixar o PDT e seguir no cargo.

Desavenças no partido

Rodrigo Maia se desentendeu com o presidente do DEM, ACM Neto, durante a campanha para presidência da Câmara.

Enquanto Rodrigo Maia apoiou Baleia Rossi (MDB-SP), o DEM decidiu se manter neutro. Esse movimento foi visto por Maia como o motivo da derrota de Baleia e da vitória de Arthur Lira, aliado do presidente Jair Bolsonaro.

Maia disse que foi traído por ACM. Ao jornal "Valor Econômico", afirmou que sua cabeça foi "entregue de bandeja" ao Planalto e chamou ACM de "oportunista". O deputado João Roma, ex-chefe de gabinete de ACM, assumiu o Ministério da Cidadania em fevereiro deste ano.

Íntegra

Leia abaixo a íntegra da nota divulgada pelo DEM nesta segunda:

Nota Oficial

Em reunião realizada nesta segunda-feira (14), a Executiva Nacional do Democratas decidiu expulsar o deputado Rodrigo Maia (RJ) de seu quadro de filiados.

Após garantir o amplo direito de defesa ao parlamentar, os membros da Executiva apreciaram o voto da relatora, deputada Prof. Dorinha.

A comissão nacional, à unanimidade de votos, deliberou pelo cometimento de infração disciplinar, e consequente expulsão do deputado.

Veja entrevista de ACM Neto falando sobre o caso no link https://g1.globo.com/globonews/jornal-globonews-edicao-das-10/video/acm-neto-rodrigo-maia-saiu-falando-mentiras-9252503.ghtml

Executiva Nacional do Democratas

ACM Neto rechaça a ideia de que o DEM foi responsável pela derrota de Baleia Rossi. Diz também que Maia "procura culpados por erros que cometeu". Neto também nega que o DEM tenha negociado cargos com Bolsonaro para apoiar Lira.

Informações do G1

PF prende Claudia e Robério Oliveira; ex-prefeitos de Porto Seguro e Eunápolis podem ter desviado R$ 200 milhões

 

O casal Robério e Cláudia Oliveira

Na manhã desta terça-feira (15), a Policia Federal cumpriu mandados de prisão preventiva contra os ex-prefeitos de Porto Seguro e Eunápolis, Cláudia Oliveira e Robério Oliveira.

A justiça também determinou a prisão de Humberto Adolfo Gattas, Ricardo Luiz Rodrigues Bassalo, Marcos Guerreiro e Edmilson Alves de Matos.

Na decisão foi determinada o afastamento, por 180 dias, do prefeito de Santa Cruz Cabrália, Agnelo Santos (PSD).

Página do mandado de prisão foto/reposição Políticos do sul da Bahia


Operação Fraternos.

Em abril deste ano, o Ministério Público Federal (MPF) ofereceu denúncia contra 32 pessoas, incluindo políticos por participar de vários “certames feitos pelas administrações”, por meio de fraudes para desviar rendas públicas de origem federal, estadual e municipal, para a contratação dos serviços licitados, incluindo merenda escolar. Segundo a acusação, assinada pelo Procurador Regional da República Lauro Pinto Cardoso Neto, os envolvidos teriam cometido diversos crimes entre 2009 e 2017.

Segundo apuração do MPF, os líderes da organização criminosa seriam os ex-prefeitos de Eunápolis, Robério Oliveira (PSD), de Porto Seguro, Cláudia Oliveira (PSD). A estrutura da organização seria dividida entre núcleos: político, dos servidores, empresarial e executivo e pode ter desviado mais de R$ 200 milhões no período.

De acordo com a denúncia, a ação “abrangia corrupção de funcionários públicos – incluindo vereadores nos municípios geridos pelo ‘casal Oliveira’ – e simulações de processos licitatórios junto às prefeituras de Eunápolis e Porto Seguro, voltados à contratação de obras de infraestrutura nos municípios, à locação de máquinas e veículos, à aquisição de merenda escolar, à prestação de serviços de publicações oficiais e à realização de eventos culturais, para posteriormente desviar parcela dos recursos destinados à execução dos contratos administrativos em benefício direto e indireto de seus integrantes, mediante interpostas pessoas físicas e jurídicas, as quais cediam suas contas com o escopo de ocultar e dissimular a origem, a localização e a propriedade dos recursos”.

Entre os crimes que os participantes da organização criminosa teriam cometido estão: concurso material, delitos licitatórios, de corrupção passiva, peculato e lavagem de capitais, culminando na fraude de dezenas de procedimentos licitatórios e no desvio de recursos de origem federal, estadual e municipal.

Com informações do Políticos do Sul da Bahia.

Absurdo: Mulher dá a luz na calçada da Maternidade Santa Helena em Ilhéus, maternidade não está realizando parto há semanas

 

 Uma mulher deu à luz na calçada da maternidade Santa Helena, em Ilhéus, na manhã desta terça-feira, após ter o atendimento negado.

De acordo com informações da imprensa local, a gestante chegou com fortes contrações à unidade de saúde, e, devido ao fato da maternidade estar com parte dos serviços suspensos após o atraso no pagamento dos salários dos trabalhadores da saúde, ela só recebeu atendimento quando estava deitada no passeio.

Em nota, a direção da Santa Casa afirmou, que não houve recusa de atendimento à grávida, e explica que a mulher já chegou no hospital na fase de “expulsão” do feto, o que impossibilitou o uso de cadeira de rodas para levar a mulher para dentro da unidade.

“A Santa Casa jamais deixou de atender qualquer paciente, pois esta é a sua árdua e mais gloriosa missão. Reiteramos que a Santa Casa de Ilhéus é a casa de todos, é a vossa casa quando dela precisares”, diz a nota.

Mas porque a maternidade não está realizando partos se a prefeitura havia "pago todos os contratos" quando houve o escândalo das grávidas que perderam seus filhos por negligência?.