Ad Code


 


 

SESAB CULPA PREFEITURA DE ILHÉUS POR ATRASO DE INAUGURAÇÃO DA MATERNIDADE

 A Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab) contestou informações do secretário de Saúde do município, Geraldo Magela, sobre o atraso da inauguração do Hospital Materno-infantil de Ilhéus. Procurado nesta segunda-feira (28) pelo PIMENTA, Magela afirmou que a Prefeitura dependia da assinatura do documento de transferência do imóvel para licitar a terceirização da unidade, o que só aconteceu na semana passada – veja aqui.

No entanto, o secretário de Saúde da Bahia, Fábio Vilas Boas, assinou o aditivo do termo de cessão do imóvel no dia 21 de maio de 2021, conforme atesta o histórico do procedimento no Sistema Eletrônico de Informações (SEI) da Secretaria de Administração do Estado. O mesmo sistema informa que o prefeito Mário Alexandre, Marão (PSD), endossou o termo no dia 22 de junho.

Portanto, é verdade que o documento só foi assinado na semana passada, mas pelo prefeito, um mês após Vilas Boas. A Sesab informa que fez cobranças sucessivas e reiteradas à Prefeitura para que o termo fosse assinado antes.

Registro das assinaturas de Vilas Boas e Marão no Sistema Eletrônico de Informações do estado

Na nota enviada hoje (29) ao PIMENTA, a assessoria de comunicação da Sesab enfatiza que, desde dezembro de 2019, a Prefeitura estava ciente de que assumiria a gestão do novo hospital. Naquele mês, o estado iniciou a obra de reforma e ampliação da unidade.

OXIGÊNIO


O secretário de Saúde de Ilhéus disse ao site que a Sesau corre para comprar o oxigênio que será usado na unidade, pois o insumo não foi fornecido pela Sesab. A Secretaria de Saúde do Estado, por sua vez, esclareceu que a contratação do fornecimento desse insumo deverá ser feita pela organização social que assumir a gestão da unidade, o que já havia sido informado ao município pelo estado.


Na tarde desta terça-feira (28), Magela reafirmou ao PIMENTA que não poderia licitar a terceirização da maternidade antes do dia 22, data da assinatura do prefeito. Também informou que faltam detalhes para a abertura da unidade. “Não houve culpa do estado”, acrescentou. Atualizado às 17h29min. para acréscimo de informações.

Matéria do site Pimenta

Postar um comentário

0 Comentários

Close Menu