UMA MOÇÃO DE DESPREZO E DECEPÇÃO AO LEGISLATIVO ILHEENSE

 A Câmara Municipal de Ilhéus foi contaminada pelo vírus do trabalho da Sra Angela Souza quando deputada estadual que marcou o seu mandato pela apresentação de Moções: Era moção de aplausos para quem não mereceu palmas, era moção de parabenização para quem não mereceu parabéns, era moção de congratulações, ...

Na verdade só não apresentou projetos voltados e em favor do interesse público de Ilhéus e Região.

Tomara que a Câmara limite as Moções e tome coragem para adotar Ações pelo menos para apresentar projetos para bater lajes nos tetos, assoalho nos pisos e colocar portas de madeiras na frota de ônibus que faz transporte coletivo, porque, do jeito que está, pior não pode ficar.

A Câmara precisa fiscalizar e responder se a Regulação e o TFD está instalado em local adequado de acessibilidade para deficientes, para idosos, cardíacos, pessoas com câncer, etc , que são obrigados a subir escadas para entrarem na fila da morte, porque a Regulação, principalmente, para tratamento fora do Domicílio em Salvador libera o transporte e a família é quem deve buscar as vagas. Será que algum vereador sabe o que acontece no Setor de Oncologia do Hospital São José? Apenas uma médica para fazer o milagre de atendimentos oncológicos, uma consulta para atendimento trinta, quarenta dias depois; se o paciente necessitar de quimioterapia e radioterapia, a situação complica.

Será que algum vereador tem a noção de quantos processos de pedido para Tratamento Fora do Domicílio - TFD foram e estão engavetados durante o período de governo Mário Alexandre? Será que algum Vereador sabe quantos ilheenses morreram na fila da Saúde aguardando liberação para tratamento e/ou outro tipo de assistência, a exemplo de exames como tomografia, ressonância magnética, angiotomografia, dentre outros, retardando o diagnóstico e consequentemente agravando a saúde paciente?

Onde o usuário do SUS consegue internamento pelo Município em Ilhéus? Será que algum vereador sabe a respeito do estoque e disponibilidades em termos de variedades de medicação para ansiedade, pressão alta, dentre outras, na UPA? Por acaso já fiscalizaram a respeito da quantidade de instrumentos/equipamentos do tipo: oxímetros, estetoscópios, glicosímetros, etc e as condições de uso desses instrumentos para evitar medições erradas?

Se a gente for enumerar as irregularidades por setor, haveremos de escrever um livro com centenas de páginas, mas a exposição dos fatos aqui narrados é o bastante para que a Câmara Municipal de Ilhéus responda á população porque são da competência dos vereadores a atuação e fiscalização desses serviços públicos.

Sugerimos que os Vereadores sensíveis e comprometidos na defesa dos interesses da população ilheenses, iniciem um trabalho de apresentação de:


Moção de Irregularidades


Moção de Descaso com o interesse público 


Moção de Vergonha 


Moção de Improbidade Administrativa


Moção de Imoralidade Pública


Moção de Ilegalidade


Moção de Obscuridade


Etc 


E para a Câmara Municipal de Ilhéus registramos a nossa: Moção de Desprezo e Decepção pela omissão e aceitação em relação aos atos do Executivo Municipal que implantou em Ilhéus o Estado de Indecência

Postar um comentário

0 Comentários

Close Menu