Descaso na Gestão: A Nova Ponte de Ilhéus e a Incompetência do Governo de Mário Alexandre






O governo de Mário Alexandre em Ilhéus tem enfrentado uma crescente onda de críticas por sua incompetência de gestão, especialmente evidenciada na manutenção da nova ponte da cidade. Inaugurada recentemente com uma deslumbrante iluminação cênica, a ponte deveria ser um cartão postal da região. No entanto, atualmente encontra-se nas trevas, sem iluminação adequada, gerando temor entre os transeuntes que se arriscam a cruzá-la.

Esta situação é vista como um exemplo de falha administrativa, evidenciando que a reeleição de Marão para mais quatro anos foi um equívoco, alimentado pela esperança de que a pandemia poderia ter atrapalhado seu primeiro mandato. Infelizmente, o atual governo não tem correspondido a essa confiança, demonstrando incapacidade em resolver problemas básicos que afetam diretamente a vida dos cidadãos.

A falta de ação para restaurar a iluminação na ponte é um símbolo do descaso com a coisa pública, levantando questionamentos sobre a alocação adequada dos recursos municipais, uma vez que a prefeitura possui uma arrecadação significativa de cerca de 50 milhões ao mês. Medidas simples, como o emprego de guardas civis em horários específicos ou a implementação de iluminação provisória, poderiam amenizar a situação e trazer segurança aos habitantes da cidade.

Diante desse cenário, a população de Ilhéus clama por uma gestão mais responsável e comprometida com o bem-estar coletivo, onde a eficiência administrativa e a transparência sejam prioridades. A nova ponte de Ilhéus, que deveria ser um orgulho para a cidade, representa atualmente um reflexo da incapacidade de gestão e um lembrete da necessidade urgente de mudanças na administração pública local.

Postar um comentário

0 Comentários

Close Menu