Sobre a polêmica decisão do CDL à respeito do feriado de Corpus Christi

O CDL de Ilhéus publicou, no dia 06 de junho, em sua página oficial do Instagram um comunicado informando que o dia de hoje(08/06) as lojas abririam normalmente, data móvel onde tradicionalmente é realizada a Celebração ao dia no qual Jesus Cristo instituiu o sacramento da eucaristia, segunda a tradição católica, cuja instituição do calendário se deu no século XIII.

Em seu comunicado o CDL afirma de forma categórica que o dia de Corpus Christi não se trata de feriado nacional nem municipal, e que, portanto o comércio funcionará normalmente no dia 08 do corrente mês(hoje).

Diante de toda a polêmica gerada resolve, após as 16:00 de hoje, soltar uma nota de esclarecimento afirmando que “não é de sua alçada deliberar sobre dias e horários de funcionamento das lojas do comércio do centro e dos bairros do município”. Como assim? Se foi o próprio CDL que afirmou de categórica que não era um feriado e que o comércio funcionaria normalmente na data de hoje!

Aponta o CDL em sua nota de esclarecimento ainda o seguinte: “A data em que a Igreja Católica celebra Corpus Christi, 8 de junho, já se encontra normatizada em decreto municipal que trata sobre o Calendário de Feriados e pontos facultativos, publicado no Diário Oficial Eletrônico do Poder Executivo Municipal do dia 23 de janeiro, como data móvel ou ponto facultativo, e não como feriado. Além dos acordos entre colaboradores e empresários, nos quais a CDL não tem qualquer interferência.” Buscando assim se esquivar da responsabilidade sobre a divulgação de uma informação possivelmente tomada de forma unilateral sem a participação dos sindicatos representativos, visto que o Sindicato dos Comerciários postou em seu site uma nota repúdio pela abertura das lojas no dia de hoje.

Alega ainda o CDL, em sua nota de esclarecimentos, que o munícipio de Ilhéus, através do Decreto n. 06, de 09 de janeiro de 2023, normatizou a questão colocando o dia 08 de junho como data móvel ou ponto facultativo e não como feriado. Cabe porém esclarecer o seguinte: O decreto trata do funcionamento dos órgãos e repartições públicas do município de Ilhéus e coloca o dia 08 de junho (hoje) consagrado à celebração do Corpo de Cristo (Corpus Christi) no rol de feriados nacionais. Portanto não há que se falar em obrigatoriedade de abertura do comércio local nesta data.

Entendo a situação e a necessidade do comércio em faturar, mas houve diálogo entre os sindicatos patronal e de trabalhadores para negociação das horas trabalhadas? Para o comércio local foi vantajoso abrir as portas hoje? Eu mesmo rodei toda a cidade hoje procurando por um produto específico e todas as lojas que vendem estes produtos estavam fechadas. Os comerciantes foram consultados sobre a viabilidade de se abrir as portas hoje?

Como ficam as tradições? Iremos abrir mãos de todas as tradições sejam elas religiosas ou culturais? Afinal um povo sem tradição não tem consciência coletiva da sua história, das suas raízes, e não se interessa por viver dentro de nossa cultura. É por relegar as tradições que prédios públicos, de grande valor histórico e cultural estão abandonados e prestes a ruírem. Como exemplo temos o Colégio General Osório, o Teatro Municipal, a casa de Jorge Amado e tantos outros. 

Enfim, bom senso e diálogo com todos os envolvidos nunca é demais. 


Ednaldo Azevedo - Cidadão e Empresário Ilheense

Postar um comentário

0 Comentários

Close Menu