Ilhéus: Educação sem co-ensino, vivemos numa cidade do absurdo

Absurdo ver crianças com necessidades especiais terem o direto a educação sendo retirado a força;

Absurdo ver crianças matriculadas e serem constrangidas diariamente, principalmente na frente dos outros coleguinhas;

Absurdo crianças serem constrangidas ao precisar ir no banheiro e não ter um(a) acompanhante para lhe ajudar, as vezes tem que segurar o xixi.

Absurdo ver a prefeitura de Ilhéus achar que tá tudo certo e ignorar essa dor das crianças e pais delas;

É um absurdo e doloroso saber que já tem denúncias de pais, mães e familiares no ministério público e defensoria pública e até o momento as coisas continuam da mesma forma, como se nada tivesse acontecendo.

Essa é a realidade da nossa Ilhéus, a cidade do absurdo, familiares de crianças com necessidades especiais já fizeram manifestação em prol da educação com co-ensino, vemos diariamente crianças sendo constrangidas por terem seu direto a educação que é prevista na constituição federal e Estatuto da Criança e Adolescente, sendo arrancadas dessas crianças.

O vídeo a seguir foi feito por uma mãe revoltada por ter o direito à educação do seu filho retirado, o filho dela é matriculado na escola pequeno Davi no parque infantil em Ilhéus.

Secretária de educação Eliene Oliveira, nos ajude com mais informações referente a quê ponto está essa situação. 

Prefeito Mário Alexandre, ninguém ouve sua falsa referente a esse abuso ao direito de uma criança, se pronuncie.

Governador Jerônimo, você tem ciência desta situação? 

Ministério Público da Bahia realmente já tem denúncias desses casos, o ministério público já foi provocado?

Vídeo


justify;">#educacaoinfantil 

#educação 

#coensino 

#ilheus 

#bahia 

#brasil 

#absurdo 

#fly

Postar um comentário

0 Comentários

Close Menu