ABSURDO: LORANY DE 7 ANOS ESTÁ HÁ 3 DIAS COM BRAÇO QUEBRADO NO MATERNO INFANTIL SEM SER ATENDIDA POR ORTOPEDISTA



A Sra. Cosmira Gonçalves Santos, mãe de Lorany Gonçalves Santos entrou em contato com o nossa redação para relatar a falta de respeito e humanidade do sistema de saúde pública em Ilhéus, como um todo.

De acordo com Cosmira, sua filha, de 7 anos, sofreu um acidente de bicicleta e fraturou o braço em mais de um local, com isso, ela resolveu procurar o Hospital Materno-Infantil Dr. Joaquim Sampaio na conquista às 14h de quarta-feira (15) afim de internar sua filha para os procedimentos necessários.

Acontece que, já tem 3 dias e a criança ainda não foi atendida por um ortopedista pelo fato de o Hospital Materno Infantil não ter esse especialista, isso a mãe só ficou sabendo nesta sexta-feira(17) pelo médico responsável, e acrescentou que o Hospital Manoel Novaes em Itabuna não aceita mais pacientes porque encontra-se superlotado.

Segundo Cosmira, no Hospital Materno Infantil também tem outra criança com o fêmur quebrado há dias sem atendimento, além de outras crianças com os mesmos problemas sofrendo sem atendimento.

"Cadê o prefeito Marão, cadê André Cezário (secretario de saúde), cadê nossa deputada Soane Galvão? Somos o que para eles não darem atenção para a gente, o que estão fazendo para nós? Precisamos de saúde, estamos sofrendo, acorda Marão. Antes disso já fomos na UPA, fomos na IOTI, mandaram a gente ir pro Costa do cacau mas não atendeu porque só atende criança a partir de 14 anos, de lá encaminharam para o materno Infantil aqui na conquista, ou seja, ficamos rodando aqui na cidade atrás de um ortopedista e não encontramos."

Disse Cosmira com tom de desespero.

O site Infor Ilhéus está aberto para esclarecimentos do Hospital Materno Infantil.

Postar um comentário

0 Comentários

Close Menu