Tartaruga gigante resgatada em Ilhéus, morre em Instituto em Salvador.

     Foto: G1 Bahia/ TV Santa Cruz.

A tartaruga que foi resgatada sem uma nadadeira em Ilhéus, no sul da Bahia, morreu na sexta-feira (21), na sede do Instituto Mamíferos Aquáticos (IMA) em Salvador. O animal, que faz parte de uma espécie em extinção, sobreviveu a dois encalhes.

O animal, apelidado de Hércules, encalhou pela primeira vez na praia Sirihyba, em Ilhéus, e foi levado para a Unidade de Estabilização do IMA, onde recebeu tratamento. Após cinco dias de cuidados, a tartaruga foi colocada novamente na água.

O segundo encalhe aconteceu três dias depois da soltura, também em Ilhéus. Na segunda vez, o animal também foi resgatado com vida, mas estava mais fraco e com um trauma craniano. Por causa da gravidade do estado de saúde, ele foi levado para a unidade do IMA em Salvador.

Na capital baiana, Hércules passou por novos exames e testes de natação em piscina de profundidade. Segundo o IMA, ele mostrou aptidão de natação e se alimentou bem.

No entanto, na sexta-feira pela manhã, a tartaruga foi encontrada sem vida na piscina. A causa da morte ainda é investigada pelos profissionais do instituto.

Em nota, a equipe do IMA disse que lamenta a morte do animal e afirmou que os profissionais não mediram esforços para garantir a sobrevivência e bem estar de Hércules.

Postar um comentário

0 Comentários

Close Menu