BA: MP denuncia padrasto suspeito de matar o enteado de dois anos, por ciúmes.


O padrasto suspeito de matar o enteado de dois anos em Bom Jesus da Lapa, no oeste do estado, foi denunciado pelo Ministério Público da Bahia (MP-BA) nesta sexta-feira (28).

Identificado como , de 21 anos, o homem foi preso em flagrante no último domingo (23), após confessar o crime. Na segunda-feira (24) ele teve a prisão convertida para preventiva.

Na denúncia, o promotor de Justiça José Franclin Andrade de Souza alegou que o homicídio foi agravado por motivo torpe, quando a vítima não tem como se defender. Na ocasião, o menino Cauã Lorenzo Silva Santos estava sob cuidados do padrasto, que o asfixiou.

Segundo investigações da polícia, o crime teria sido motivado pelo ciúmes que o homem sentia da mãe do garoto. No documento feito pelo Ministério Público, o promotor ainda pede que a prisão preventiva do suspeito seja mantida.

Relembre o caso.

Após asfixiar o menino, o padrasto o levou até o Hospital Carmela Dutra e alegou que ele havia se engasgado.

De acordo com informações da 24ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior, os agentes foram até a unidade de saúde após receberem informações de que uma criança estaria morta e que teria se engasgado. No entanto, os policiais constataram lesões na vítima e excluíram a possibilidade do motivo da morte ter sido um engasgo.

Durante o interrogatório, Paulo Henrique da Silva Júnior confessou o crime. O ato de violência teria sido motivado por ciúmes da mãe da vítima.

Em depoimento à polícia, a mulher contou que a criança tinha medo do padrasto. Ela acreditava que isso acontecia por causa do tom de voz do homem, que costumava gritar com o menino para corrigi-lo.

O suspeito foi preso e levado à delegacia de Bom Jesus da Lapa. Já o corpo da criança foi encaminhado ao Departamento de Polícia Técnica do município.

Postar um comentário

0 Comentários

Close Menu