Após rejeição de Moraes, Bolsonaro convoca militares e tem tom golpista.

       Foto: Brasil de Fato.

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) Alexandre de Moraes afirmou, nesta quarta-feira (26), que a campanha de Jair Bolsonaro tenta “tumultuar o segundo turno do pleito em sua última semana" ao apontar um suposto boicote de rádios na veiculação de sua propaganda eleitoral. 

Moraes rejeitou a ação apresentada pela campanha do candidato do PL para investigar o caso. Segundo o ministro, a representação não possui provas e se baseia em dados de uma empresa "não especializada em auditoria".

Ao contrário, Moraes aponta para a possibilidade de crime eleitoral contra a campanha. Por isso, encaminhou o caso à Procuradoria-Geral Eleitoral e ao corregedor-geral do TSE “para instauração de procedimento administrativo e apuração de responsabilidade, em eventual desvio de finalidade na utilização de recursos do fundo partidário dos autores”. 

"Não restam dúvidas de que os autores —que deveriam ter realizado sua atribuição de fiscalizar as inserções de rádio e televisão de sua campanha —apontaram uma suposta fraude eleitoral às vésperas do segundo turno do pleito sem base documental crível, ausente, portanto, de qualquer indício mínimo de prova", escreveu ele. 

“O que se tem é uma petição inicial manifestamente inepta, pois nem sequer identifica dias, horários e canais de rádio em que se teria descumprindo a norma eleitoral — com a não veiculação da publicidade eleitoral", afirmou Moraes. 

Bolsonaro sobe tom golpista e afirma que irá as últimas consequências"

Após a negativa de Moraes para apurar o suposto boicote das rádios, Bolsonaro convocou seus ministros e os comandantes das Forças Armadas às pressas para uma reunião extraordinária, na noite desta quarta-feira (26), no Palácio da Alvorada.  

Após a reunião, em coletiva de imprensa, Bolsonaro disse que irá “às últimas consequências” contra a decisão de Moraes. “Está comprovada a diferenciação de tratamento dispensado a outro candidato, que poderia — não posso afirmar — até ter participação dele em algum momento”, afirmou.

Postar um comentário

0 Comentários

Close Menu