Ad Code

ILHÉUS: COM AMBULÂNCIAS QUEBRADAS PACIENTES QUE FAZEM TRATAMENTO RENAL CORREM RISCO DE VIDA


 O site INFOR ILHÉUS recebeu uma denúncia de que o Centro de Tratamento Renal da Av ACM/ Parque Infantil está sem as ambulâncias que fazem o transporte dos pacientes, isso porque as mesmas encontram-se quebradas e como são locadas pela prefeitura, então a mesma ainda não colocou as ambulâncias para consertar.

Em Ilhéus centenas de pessoas precisam quase que diariamente fazer os procedimentos de diálise, entretanto, a grande maioria não tem condições de pagar o transporte, sobretudo as pessoas que moram em distritos, além dos que moram em outros bairros distantes.

Embaixo segue relato da filha de um paciente do Centro de Tratamento Renal de Ilhéus.

 Boa tarde me chamo vaniele e há duas semana venho informar que as vans que faz o transporte dos pacientes que fazem hemodiálise aqui em ilhéus estão quebradas. A van é locada pela prefeitura, então, se quebrou, é preciso ou concertar ou trocar de van, mas nesse caso os pacientes que não se virar para conseguir transporte para chegar até o parque infantil para fazer o tratamento da hemodiálise correm risco de vida. No caso do meu pai paciente ( Valdo da Silva lírio ) que também é hipertenso, diabético ja perdeu parte da visão por retinopatia diabética, tem pé diabético, eu que tô levando e indo buscar,  saindo do Nelson costa para o parque infantil três vezes por semana. Minha indignação é que graças a Deus meu pai está indo fazer o tratamento dele porque eu tô levando, mas tem pacientes que não estão indo e estão correndo sério risco de vida. Está menssagem eu estou mandando na data de hoje 27 de janeiro de 2022, pois fui informada ontem que não tem previsão para o concerto da van. Peço a alguém da secretaria de saúde alguma posição.

O vereador Tandick Resende encaminhou ofício aí secretário de saúde de Ilhéus solicitando resolução deste problema, mas até o momento o problema se encontra da mesma forma (DOWNLOAD DO OFÍCIO).

Até o término desta matéria entramos em contato com André Cezário, secretário de saúde do município para que explicasse o motivo da falta do transporte dos pacientes, entretanto ele recusou todas as chamadas.

Postar um comentário

0 Comentários

Close Menu