Ad Code


 


 

VEREADORES QUE TENTAREM ATRAPALHAR A CEI DO TRANSPORTE PODERÃO RESPONDER CRIMINALMENTE E ATÉ PERDER O MANDATO


 O clima em Ilhéus está tenso, desde a denúncia feita pelo vereador Tandick Resende na câmara de vereadores e Ministério Público, sobre o acordão milionário, muito suspeito, feito entre a Prefeitura de Ilhéus e as empresas de ônibus Viametro e São Miguel. Acordo que pode ultrapassar os 30 Milhões de reais.


Após a denúncia, um grupo de 7 Vereadores (Tandick Resende, Augustão, Professora Enilda, Edvaldo Gomes, Baiano do Amendoim, Abraão e Vinícius Alcântara) conhecido como o G7, protocolou um requerimento solicitando abertura de uma CEI (Comissão Especial de Inquérito) para investigar, não só o acordão suspeito, mas também, os contratos da prefeitura com as empresas.


Após lido o requerimento em plenário, os vereadores por unanimidade votaram pela abertura da CEI e aceitaram os nomes de Fabrício Nascimento protocolado pelo (PSB), Gurita de maneira oral e Cláudio Magalhães protocolado pela bancada da minoria, entretanto o nome de Gurita não foi protocolado de maneira formal, nem participou da primeira reunião o que ocasionou o seu afastamento da relatoria da comissão, passando assim a relatoria para Cláudio Magalhães, fator crucial para que os ânimos da casa subirem ainda mais.


Os vereadores da base governista Indicaram o nome de Eder Júnior (PSL) para fazer parte da comissão, enquanto isso outros Edis demonstram indícios de quererem criar transtorno na comissão, para que ela chegue ao fim, como foi visto na sessão de hoje 09/11/21 onde os vereadores Carqueja, Ivo Evangelista e Gurita disseram que a CEI está irregular e qualquer um pode entrar judicialmente e pedir anulação.


O Presidente da câmara Jerbson Moraes tomou a palavra e explicou que, a comissão foi aceita por unanimidade, assim como os nomes indicados para compor a mesma, nenhum presidente dos outros partidos protocolou nomes até a data estipulada pelo regimento interno solicitando representação na comissão, então não tem o porque de tanta manobra dos vereadores da base.


A comissão segue e se houver interferência de vereadores por melindre ou por interesse pessoal isso pode ser denunciado no MP e solicitado o afastamento do mesmo para não atrapalhar nas investigações, dependendo do caso poderá perder o mandato.


Assista a sessão de 09/11/21



Postar um comentário

0 Comentários

Close Menu