Ad Code


 


 

Erro jurídico histórico da Câmara, faz vereador empossado (na tora)"perder cadeira" e ser nomeado supervisor de Trânsito


 O suplente de vereador Nery Santana Silva, conhecido como Nerynho (PSL), apadrinhado político da família Souza, acaba de ser nomeado na autarquia da Superintendência de Transporte, Trânsito e Mobilidade (SUTRAM) para o cargo de Supervisor de

Compras, Contratos e Convênios, que diga-se de passagem, possui competentíssimos funcionários concursados e de carreiras, que poderiam assumir com maestria esta vaga .


A nomeação foi publicada no Diário Oficial do Município no último dia 2 de agosto, e como de costume, possivelmente o mesmo se for igual a muitos com o dinheiro público, que não deveria por se tratar de um figura política, tem a obrigação de zelar pela máquina pública , deverá receber salário (R$ 4.500,00) pelo período de nomeação executado com data anterior, ou seja, 02 de agosto, sem ter exercido a função durante este mesmo período até a data atual. Curioso ainda é: será que estava então exonerado quando foi empossado pelo presidente da câmara?


Reconhecido por várias lideranças politicas e magistrados, como um dos maiores erros políticos e estratégicos da história da Câmara de Vereadores de Ilhéus, Nery Santana ou "Nerinho", forma carinhosa como é chamado pelos Souzas, passou de vereador empossado arbitrariamente ou no popular (na tora) pelo presidente da Câmara, á supervisor de transporte na SUTRAN, dando continuidade ao padrão da família Souza em nomea-lo em vários cargos políticos desde o período em que a ex - deputada Ângela Souza exercia seu mandato.


Para que não se recorda, 1ª Vara da Fazenda Pública de forma corretíssima deu direito a Baiano do Amendoim, corrigindo o absurdo arquitetado para o Nerinho assumir na câmara.


Confira a nomeação:

Com Informações IlhéusNews


Postar um comentário

0 Comentários

Close Menu