Ad Code


 


 

Bolsonaro briga na justiça para não pagar internet para alunos de escola pública


Foto: Álvaro Henrique/ Secretaria de Educação do DF

 O governo Jair Bolsonaro, que já havia vetado uma lei para não fornecer internet a alunos de escolas públicas, ditou uma medida provisória para alterar essa legislação. O ato retirou o prazo para que a União invista R$ 3,5 bilhões na conexão.

A lei que busca garantir conectividade para estudantes e professores, aprovada pelo Congresso, havia sido vetada por Bolsonaro. Os parlamentares então derrubaram o veto, em 1º de junho, mantendo a obrigação de a União fazer os repasses até 10 de junho.

Mas, não contente com essa obrigação, o governo foi brigar na Justiça e ingressou com ação no STF (Supremo Tribunal Federal) para não cumprir a lei.

O Supremo estendeu o prazo para cumprimento da lei exatamente para esta quarta, dia 4; mas, no fim da noite, vem essa medida provisória em edição extra do Diário Oficial da União.


Matéria do site Metro 1

Postar um comentário

0 Comentários

Close Menu