terça-feira, 25 de maio de 2021

ILHÉUS: COMITÊ JOVENS DERRUBA BOLSONARO CONVOCAM ATO NA PRAÇA CAIRÚ

 


"Não dá para continuarmos em casa com a pandemia descontrolada e o desemprego em alta. A aliança do governo Bolsonaro, com a doença, é para isso. Contra isso, estaremos nas ruas sim. Mas também não está na hora de chamar mobilizações de forma desordenada, para reunir milhares de pessoas como se nada estivesse acontecendo." Pontuou Shayra Luiza Dirigente em Ilhéus do Coletivo Enegrecer.

O mundo inteiro sofre com os efeitos da pandemia de covid-19, mas no Brasil o vírus encontra terreno fértil para se propagar. Aqui a conta tem chegado muito mais alta que em outros lugares do planeta. Em Ilhéus não está diferente. Dia após dia fica evidente a percepção de que é o país que mais se negou a adotar medidas de enfrentamento ao coronavírus.

DIA 29: POVO NA RUA PELO FORA BOLSONARO

Diante este cenário, brasileiros iniciaram uma grande jornada nacional contra o desgoverno Bolsonaro, marcada para o próximo dia 29 de Maio. Em Ilhéus a concentração começa às 09h, na Praça Cairu.

Para o Coordenador na Bahia da Juventude do Movimento Negro Unificado (MNU-Bahia), Marcolino Vinicius Vieira: "Só é possível derrubar esse governo com o povo na rua. Pela vida, por vacinas, contra a perda de direitos das trabalhadoras e dos trabalhadores e contra os cortes na educação. Para salvar vidas é preciso afastar Bolsonaro." Justifica ele.

"Não dá para continuarmos em casa com a pandemia descontrolada e o desemprego em alta. A aliança do governo Bolsonaro, com a doença, é para isso. Contra isso, estaremos nas ruas sim. Mas também não está na hora de chamar mobilizações de forma desordenada, para reunir milhares de pessoas como se nada estivesse acontecendo." Pontuou Shayra Luiza Dirigente em Ilhéus do Coletivo Enegrecer.

Este ato é realizado pelo Comitê @JovensDerrubamBolsonaro que em Ilhéus é composto pelo @ColetivoQuilombo, @Enegrecer.ba, JPT, @JuventudeMNUnacional. Sigam as redes sociais para mais informações e dúvidas.

"Como encaminhado entre nossas organizações nacionais, será um ato com responsabilidade, respeitando os protocolos sanitários, sem aglomeração, com total certeza de que a saúde coletiva das e dos participantes terá garantia por nós." Explica Josimar Ferreira, sindicalista e Dirigente Nacional do Coletivo Quilombo.

A preocupação de algumas pessoas sobre uma suposta contradição foi explicada por Mirian Carqueija que orienta: "Se você conviver ou morar com pessoas que são grupos de risco, não vá em respeito a elas. Fique em casa e participe online. O ato será transmitido ao vivo pelas redes oficiais de nossas organizações. Mas se você puder ir, vá sem aglomerar."

Nenhum comentário:

Postar um comentário