Ad Code


 


 

Requerimento do vereador Augustão aprovado na Câmara defende a criação do “TáxiGov” para Ilhéus

 


Requerimento de autoria do vereador Augustão (PT) foi aprovado pela Câmara Municipal de Ilhéus solicitando ao Poder Executivo a implantação do “TáxiGov” no município, nos mesmos formatos dos já existentes em outras grandes cidades brasileiras. Este modelo de sistema, além de melhorar a eficiência do gasto público, trará melhorias dos serviços prestados aos usuários permitindo maior controle e transparência sobre o serviço de transporte, com informações mais precisas em deslocamentos.

O TáxiGov é um aplicativo do Governo Federal, administrado pela Central de Compras do Ministério da Economia com o intuito de economizar gastos referentes ao deslocamento dos servidores públicos federais a serviço do trabalho. Além de diminuir as despesas dos cofres públicos com o transporte terrestre, o aplicativo também é uma forma de tornar mais transparente o uso do dinheiro público e de aumentar a eficiência do serviço prestado, que contará com uma única frota de carros. Mais de 80 órgãos públicos federais já adotaram o aplicativo TáxiGov para solicitar corridas de táxi, quando necessário.

De acordo com autor do requerimento, a proposição se justifica, considerando que o deslocamento dos servidores é permitido para atividades como reunião, entrega documentos, visitas técnicas, capacitação, dentre entre outras. O aplicativo também permite o controle de horário de saída, chegada e distâncias percorridas; tendo como objetivo melhorar a oferta de serviços de transporte administrativo aos servidores, permitindo economia, eficiência através do uso de tecnologia, transparência de gastos públicos e obedecendo os princípios da legalidade.

O projeto começou a ser implementado em março de 2017, em Brasília. A partir de 2019, o projeto se expandiu para outras localidades do Brasil com o objetivo de desenvolver ou ampliar modelos que geram economia processual e de recursos inspirando-se nas melhores práticas de mercado, gerando um processo mais racional de serviços de transporte de servidores, empregados e colaboradores a serviço dos órgãos e entidades da Administração Pública gerando cerca de 60% de economia se comparado aos modelos tradicionais.

Postar um comentário

0 Comentários

Close Menu