segunda-feira, 16 de novembro de 2020

MAIS UMA ELEIÇÃO, CADEIRANTE TEM DIREITO A VOTO DIFICULTADO POR FALTA DE ACESSIBILIDADE.

Uma situação por várias vezes denunciada às autoridades locais e divulgada em blogs, continua acontecendo as pessoas com deficiência na cidade de Ilhéus. Lana Santos, junto com sua mãe Wildma, moradoras do Morada do Porto, tem que se deslocar para a sede da Secretaria da Assistência Social e ao chegar, presenciam o acesso a rampa de acessibilidade bloqueada por um portão soldado e sem qualquer opção de acesso a sua zona.

A situação permanece desde 2014, quando a época Lana votava no Colégio Moisés Bohana e sua zona ficava no primeiro andar cujo acesso se dá apenas por escada. Em 2018, já com a zona transferida para um local que a justiça determinou para garantir a acessibilidade, sua mãe precisou colocar a eleitora nas costas causando comoção nas redes sociais, que hoje às 10:30, mostrou que não teve resultado, pois a Secretaria de Assistência Social (que cotidianamente recebe pessoas com deficiência), não disponibilizou a sua rampa de acesso ao segundo piso.

(Fotos de 2018, pois não tinha ninguém pra ajudar a subir a eleitora e registrar)
Fonte: Ilhéus da Deprê

Nenhum comentário:

Postar um comentário