quarta-feira, 25 de novembro de 2020

A FAMÍLIA DO PM MORTO EM PORTO SEGURO COBRA POR EXPLICAÇÕES SOBRE CASO

  Foto do facebook

A família do Policial Militar Clodoaldo Mendes Santos Júnior, morto a tiros em Porto Seguro espera ainda por informações sobre o caso. A família está inconformada pois disse que o caso não está sendo devidamente investigado "não sabemos de nada, na delegacia de Porto Seguro não somos bem recebidos e fica parecendo que a presença da família incomoda. O delegado responsável pela investigação nunca se encontra, entre outras coisas. Na verdade, estamos abandonados", disse uma irmã do PM.

Leia mais sobre o caso:

"Um policial militar foi morto a tiros na noite de domingo (13), quando chegava em casa, em Porto seguro, cidade do sul da Bahia. O PM estava acompanhado da esposa, que não foi atingida.

O crime ocorreu no bairro Vila Parracho, e o militar foi identificado como cabo Clodoaldo Mendes Santos Júnior, 40 anos.

Durante o ataque, o policial consegui revidar. Dois suspeitos foram baleados e levados para o Hospital de Porto Seguro Deputado Luís Eduardo Magalhães. Eles foram reconhecidos pela esposa do policial. Após o atendimento, um deles foi encaminhado para a delegacia da cidade e o outro segue internado sob custódia.

Segundo a polícia, após o ataque, a esposa do PM enviou um áudio com pedido de socorro, dizendo que o ataque foi realizado por seis criminosos.

A policia disse que, provavelmente, o crime foi uma retaliação por causa de operações policiais recentes na cidade, que resultaram na apreensão de várias armas.

Cabo Clodoaldo era lotado no 8º Batalhão da Polícia Militar de Porto Seguro, mas atuava na cidade de Santa Cruz Cabrália, vizinha a Porto. O enterro será na terça-feira (15), no cemitério São João Batista".

https://g1.globo.com/ba/bahia/noticia/2020/09/14/pm-e-morto-a-tiros-no-sul-da-bahia-e-suspeita-e-de-que-ataque-seja-retaliacao-contra-acoes-policiais.ghtml

Nenhum comentário:

Postar um comentário