Ad Code

Responsive Advertisement

SONHOS DESTRUÍDOS :ALUNO DA UFSB REPUDIA DECISÃO DA FEDERAL EXCLUIR O CURSO DE DIREITO


Um aluno da UFSB (Universidade Federal do Sul da Bahia) postou uma nota repudiando a decisão da Universidade de cancelar o curso de Direito, sendo que uma turma já ia se formar e outros já estavam no curso também. Acompanhem a nota do aluno:

Nota:

Bom dia. Hoje venho por aqui demonstrar toda minha indignação pela UFSB (Universidade Federal do Sul da Bahia), a qual tenho cursado os últimos três anos. 

O que ocorre é: A universidade se estabelece em ciclos, sendo que os alunos ingressam em bacharelados interdisciplinares (BI's), chamados de primeiro ciclo, e depois passam ao segundo ciclo, onde devem escolher seu próximo curso, no meu caso, aluno de BI em humanidades, posso escolher entre Direito, História, Antroplogia, entre outros. 

Nesse ultimo mês, outubro de 2020, após três anos de universidade, chegou o tão esperado momento de migrar do primeiro para o segundo ciclo, ou seja, passar de bacharel em humanidades para o bacharel em direito, curso qual tive o sonho e a promessa de cursar nestes últimos anos. Neste mês o edital de migração foi aberto e logo fui homologado, tendo completado todos os requisitos para o curso. 

Até esse momento tudo estava de acordo com o esperado, com o imaginado até que, no dia de divulgação do número de inscritos por vaga, ou seja, da resposta da universidade se haveria concorrência ou não ás 40 vagas do curso de direito,  eu e meus colegas fomos surpreendidos com uma noticia arbitraria e unilateral da universidade de que, neste referido ano, TODAS as vagas de direito seriam suspensas, e não haveria migração alguma para o próximo curso, em outras palavras, ninguém da minha turma poderia prosseguir o curso, afetando o futuro de mais de 50 pessoas. 

O motivo disto seria que a universidade não conseguiu autorizar o curso de direito, mesmo que já houvessem turmas cursando e sempre a afirmativa da universidade quanto ao ingresso do curso em nossa região. Mais a fundo na história, nos últimos dias ficamos sabendo que a primeira turma de direito estava próxima a se formar (menos de um ano para concluir todo o percurso), e sem ter nenhum amparo, sem ter estágios remunerados por exemplo, sem ter a garantia de recebimento do diploma, uma vez que o curso não foi autorizado, a turma entrou na justiça. 

Tal processo tinha resultado nesse mesmo mês de outubro, imputando a universidade o prazo de 60 dias para regularização do curso e impondo a possibilidade de indenização para os alunos prejudicados. Perante isso, a universidade toma a decisão já dita acima de cortar todas as vagas  para o curso de direito (vale ressaltar, que essa é uma decisão da universidade, ela não foi obrigada a isso. Lembrando também que essa decisão afeta diretamente a minha turma, que seria a terceira turma de direito da UFSB, que não estava envolvida em processo nenhum, estava apenas cursando normalmente o seu curso).

Em conclusão, com sentimento de frustração por dedicar três anos da minha vida por algo que foi retirado de mim de um dia para o outro (dormir tendo minha inscrição já homologada no edital e acordando com a noticia de que todas as vagas pararam de existir), venho aqui repudiar a atitude da universidade, tornar público uma decisão que prejudica o futuro de mais de 50 alunos, que pega nossos últimos três anos e joga no lixo, solicitar também o apoio tanto de vocês para que compartilhem essa situação, solicitar o apoio de profissionais do ramo que possam nos dar um direcionamento quanto a isso (por que queremos e vamos a justiça buscar nossos direitos). 

Obrigado. OBS: Vale lembrar que nossa luta é contra essa decisão da universidade. Quanto aos alunos da primeira turma de direito que entraram na justiça, eles tem nosso total apoio em buscar os seus direitos.

Postar um comentário

0 Comentários

Close Menu