segunda-feira, 12 de outubro de 2020

Em Live: Candidato a prefeito Roberto Barbosa, Paulo Cipá e a Candidata a vereadora Emile Oliveira discutem projeto anticorrupção.

Hoje às 19hs haverá a live do candidato a prefeito pelo Solidariedade Roberto Barbosa e Emile Oliveira candidata a vereadora de Ilhéus, onde terá a participação do ex Vereador e auditor fiscal Paulo Cipá e o tema será o projeto Anti-corrupção que foi apresentado na camara de veradores quando Cipá foi vereador, mas não foi aceito pelos políticos da época.

Nas eleições de 2020 Paulo Cipá também apresentou a proposta para os candidatos a prefeito de Ilhéus, projeto que foi aceito apenas pelo candidato Roberto Barbosa e que será apresentado à comunidade ao vivo na live de hoje.

   Sobre o projeto:

No ano de 1992 houve a eleição para vereadores onde Paulo Cipá foi eleito e no ano de 1993 Paulo Cipá elaborou um projeto de combate à corrupção para Ilhéus. Esse projeto é o Conselho Fiscal de Engenharia e Auditoria para combater a corrupção em Ilhéus onde Cipá acredita que o único caminho da corrupção no município é através das licitações onde faz a corrupção imperar em qualquer município

 Paulo Cipá acredita que se esse projeto for aprovado o município de Ilhéus estará livre da corrupção.

Constituição do projeto

O conselho sendo aprovado toda a prefeitura deverá constituir esse conselho para que fiscalizem as licitações além do acompanhamento tem por objetivo apurar o orçamento de todas as obras de tudo aquilo que foi licitado, seja insumos seja material, tudo que foi licitado terá que passar por esse conselho desta forma não haverá a margem para que haja corrupção.

O conselho será totalmente autônomo e independente não havendo participação nem do legislativo nem do executivo

 O conselho deverá ser estritamente técnico e será e será escolhido pelas instituições ou seja os Engenheiros vinculados ao CREA e o sindicato da construção civils, sãoeles que vão indicar os profissionais para exercer durante o mandato de 4 anos esse exercício importante de combate à corrupção.

Contabilista o conselho regional de contabilidade que vai indicar os membros referente aos contadores para esta missão.

Sindicato dos auditores fiscais da receita federal que indicará o auditor.

 OAB indicará os membros da área jurídica para a mesma missão.

 Os profissionais serão remunerados pelo município e o município deverá dispor de um orçamento para atender as demandas deste conselho fiscal de Engenharia e auditoria.

 A atuação será de quatro anos iniciando cada mandato para que haja um revezamento constante, cada mandato terão membros diferente para evitar qualquer tipo de vícios vícios.


Acompanhe a live de hoje e saiba mais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário