Pesquisar com uma palavra chave

Seguidores

Translate

domingo, 27 de setembro de 2020

SUTRAN NA BRONCA COM MARÃO: "NÓS NOS RECUSAMOS A TRABALHAR COM AS MOTOS COM DOCUMENTOS VENCIDOS" DIZ PRESIDENTE DO SIND. DOS AGENTES DE TRÂNSITO

Neste sábado os agentes de trânsito SUTRAN fizeram um ato em busca de seus direitos e melhorias no trabalho, dentre eles é a regularização das motos de trabalho, que segundo Valério Bonfim que é presidente do sindicato dos agentes de trânsito é um absurdo trabalhar com as motos com o documento vencido e ter que autuar autuar algum condutor com o documento da moto também vencido.

Segundo Valério o governo municipal entrou com um recurso na justiça contra essa paralização de dias alternados que os agentes estão fazendo tentando acabar com o ato que o governo chama de greve.

Outro questionamento dos agentes e que motivaram a ir as ruas é a falta de água para beber que o governo não licita e Valério fala que com11 milhões em caixa e não ter agua de beber é outro absurdo, além de máscaras, luvas e complementa dizendo que isso é falta de gestão e que desde o primeiro dia de governo que isso não existe na SUTRAN.

Além dessas problemática, Valério informa a população que é vergonhoso a SUTRAN não ter um numero para contato e que e houver a necessidade de  população informar um acidente será necessário ligar para celulares particular dos agentes de trânsito, complementou que ele estão cobrando essas melhorias e não por aumento de salário, finaliza essa fala informando que o orçamento da secretaria de comunicação é maior que muitas outras mais importantes e que não precisava gastar tanto, pois se realmente o governo tivesse na rua trabalhando não precisaria de propaganda.

Ele ainda fala sobre a empresa CTA que está desde o inicio do governo sem licitação, algo que é errado e o prefeito já foi processado por isso.

Ele finaliza a sua fala nesse vídeo dizendo que as empresas de ônibus "assalta" a população há 30 anos também estão sem contrato de concessão e diz que "as empresas podem andar sem contrato e os pais de família que fazem "lotação" não podem e a ilegalidade é a mesma, se o contrato de concessão está vencido as empresas de ônibus não podem rodar". 




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog