Ad Code


 


 

VÍDEO: PREFEITURA DE ILHÉUS MANDA DESTRUIR A CANTINA DE UMA SENHORA COM TODO MATERIAL DENTRO SEGUNDO A PROPRIETÁRIA



Imagem da cantina 

Em tempos de pandemia, solidariedade zero!

Após escândalos e denúncias envolvendo o governo municipal, nos deparamos com essa situação triste e revoltante. 

D. Cláudia trabalha na cantina do IME há mais ou menos 20 anos. Dali, tira o sustento pra família, paga mensalmente a direção escolar para utilizar este espaço e colabora com a limpeza da área externa escolar. 
Reclusa,por causa da pandemia, foi chamada a escola, e para sua surpresa, encontrou a cantina acabada. Desesperada ela fez esse vídeo e pede ajuda, pois como vai se manter se seu sustento foi destruído? E o pior, a falta de respeito e solidariedade, pois nem avisada foi. 
Em choque, ela se desespera e implora por justiça, por ajuda. Está  ficando insustentável o desgoverno de Marão. Pandemia, desemprego e fome matam! Onde vamos parar?

Assistam o vídeo dela desesperada:


Postar um comentário

6 Comentários

  1. Se não foi notificada previamente para desocupação, e sendo a posse mansa e pacífica cabe reparação.
    Estou a disposição para assistir está senhora em face da Prefeitura de Ilhéus em ação de indenização por danos.
    E sendo desta forma injusta, me coloco a disposição para assistir juridicamente está senhora.
    Contato do meu escritório 73.36340397/ 73.98861.0450 zap.

    ResponderExcluir
  2. Não tendo sido esta senhora notificada cabe reparação.

    Estou colocando meu escritório a disposição para assisti-la juridicamente.

    73.988610450 zap/ 32340397.

    lucerqueira advocacia.

    ResponderExcluir
  3. Parade fazer maldade Marão com as familias Ilhense.
    Que colocaram vc no poder pessoa s simplis precisam trazer o sustento para a sua familia. Misericordia Senhor agennte nâo tem mais aquem acreditar triste e lamentavel essa sua atitude. Você nunca mais será prefeito que Deus não hà de pwrmitir.

    ResponderExcluir
  4. Sobre a derrubada dessa barraca de venda de alimentos dentro do IME Centro, é necessário esclarecer a população quanto a real situação que está acontecendo. Em primeiro lugar a decisão de retirar este pequeno comércio de dentro da escola não foi da gestão municipal. Realmente a barraca teve que ser retirada para atender a uma determinação federal que proíbe a comercialização de alimentos dentro dos espaços escolares, conforme portaria do Ministério da Educação, através do Programa Nacional de Alimentação Escolar. Esse não foi o único espaço dessa natureza que foi retirado de uma escola. A mesma situação, por exemplo, aconteceu na escola vizinha. Mas, neste caso, a gestão escolar conseguiu dialogar com o responsável pelo espaço. A retirada desses espaços de comercialização de alimentos se deram ainda para cumprir uma orientação do Ministério Público, por ocasião de visitas técnicas realizadas em várias escolas, incluindo o Instituto Municpal de Ensino Eusínio Lavigne. O comércio estava fechado há mais de um ano sem que a proprietária estivesse no local para dialogar com os responsáveis pela gestão escolar, o que dificultou o diálogo com a mesma. A retirada se deu agora por conta de que o espaço em questão está passando por uma reforma geral. Os equipamentos retirados da barraca estão guardados dentro do espaço escolar com segurança. É importante que a população compreenda que a gestão municipal deve cumprir o que determina os órgãos competentes em todos os assuntos, inclusive no que se refere a alimentação escolar.

    ResponderExcluir
  5. Ajuda para D. Claudia da Cantina do IME Ilheús/BA http://vaka.me/1264416?utm_campaign=whatsapp&utm_medium=website&utm_content=1264416&utm_source=social-shares http://vaka.me/1264416?utm_campaign=whatsapp&utm_medium=website&utm_content=1264416&utm_source=social-shares

    ResponderExcluir
Emoji
(y)
:)
:(
hihi
:-)
:D
=D
:-d
;(
;-(
@-)
:P
:o
:>)
(o)
:p
(p)
:-s
(m)
8-)
:-t
:-b
b-(
:-#
=p~
x-)
(k)

Close Menu