segunda-feira, 1 de junho de 2020

PARTIDO PROGRESSISTA EMITE NOTA DE REPÚDIO AO DECRETO DE REDUÇÃO DE 50% DOS SALÁRIOS DOS PROFESSORES COMPARADO AOS 10% DE REDUÇÃO DOS SALÁRIOS DO PREFEITO, SECRETÁRIOS E COMISSIONADOS


O PARTIDO PROGRESSISTA onde tem o seu Secretário Geral o ex-prefeito Jabes Ribeiro, emite nota de repudio ao decreto que o prefeito Mário Alexandre publicou no dia 29, no diário oficial.

Acompanhe a Nota na íntegra:

"No último dia 29, a Prefeitura de Ilhéus publicou a Portaria 182/2020 no Diário Oficial do Município com medidas para redução de gastos com pessoal. A Portaria reduziu em 10% os salários do prefeito, do vice-prefeito, dos secretários e cargos comissionados. A mesma portaria prevê redução de 50 %  dos profissionais contratados de forma temporária pela Secretaria de Educação.


No dia 07 de abril, durante entrevista à Rádio Santa Cruz, tornei pública minha proposta de redução salarial do prefeito e dos cargos comissionados  em 50%.  No momento de crise, o dinheiro resultante da economia poderia ser utilizado na prestação de assistência social às pessoas em vulnerabilidade social. Enfatizei que os salários são pagos pelo povo e nessa hora de dificuldade seria um gesto humanitário. 

O prefeito Mário Alexandre, com essa redução simbólica do seu salário, tornou um ato político e imoral. Mais uma vez quem saiu prejudicado foram os menos favorecidos. Reduzindo em apenas 10% de seu salário vultuoso, o prefeito não cortou na própria carne. Enquanto isso, os profissionais menos afortunados sentirão na pele a redução de 50%. 

Vale lembrar que em 2015, para diminuir os gastos com pessoal, fizemos uma redução de 40% nos salários dos agentes públicos e dos cargos em comissão. 

Para ser exemplo é preciso dar exemplo. Como presidente do Partido Progressitas de Ilhéus e ex vice-prefeito da nossa cidade repudio tal ato."

Nenhum comentário:

Postar um comentário