quarta-feira, 13 de maio de 2020

Ilhéus: A saga do Kit Alimentação


Por Luciana Paulet ti.

Mesmo passado por essa situação, ao reviver minhas memórias, não posso negligenciar minhas inquietações e lanço algumas perguntas:

Você sabia que o valor destinado por criança hoje para a merenda escolar é de apenas R$0,36 centavos? (Fonte Ministério da Educação) enquanto um deputado federal custa por dia quase R$ 18.000,00, levando em conta salários, verbas de gabinete, auxílio moradia e outros privilégios como aluguel de carro etc?

Juntos, os nossos deputados federais gastaram em 2019 mais de 500 mil reais por dia (Fontes:  R7 Planalto e Época-Globo). Algo, para mim, inaceitável! 
Sabemos que na conta da prefeitura municipal de Ilhéus o dinheiro destinado à merenda escolar está na conta desde o início do mês de março. “O Planalto sancionou a Lei 13.987/20, que garante a distribuição dos alimentos da merenda escolar às famílias dos estudantes da educação básica da rede pública cujas aulas foram suspensas devido à pandemia do novo coronavírus.” Fonte: Agência Câmara de Notícias

Todavia, até a presente data, as cestas básicas que a Secretaria de Educação chama de Kit alimentação, não foram distribuídas aos pais dos alunos da rede municipal de ensino. 
Ilhéus, ao contrário de outros municípios, tem deixado de cumprir a lei.

As crianças estão sem aulas desde o dia 16/03/2020 , portanto há quase 60( sessenta dias). Sabemos que muitas dessas crianças iam para escola pensando na merenda escolar porque mal tinham o que comer em casa. 
A Fome não espera! 
E eu pergunto: Cadê a merenda escolar das nossas crianças?

Quem me conhece sabe que sou uma questionadora contumaz e que sempre me preocupei com bem do coletivo. Portanto, deixo aqui essa reflexão e, mais ainda, convido à todos para uma fiscalização mais ativa nas ações da gestão pública. Não podemos ser passivos diante de tantas pessoas em situação delicada na nossa cidade. Precisamos pensar  no nosso próximo. 
Vamos nos unir nesse “grito” por justiça e solidariedade. Pensem nisso.
#educação
#merendaescolar
#vozfeminna 
#mudançassãonecessarias 
#mulheresativas

Nenhum comentário:

Postar um comentário