Pesquisar com uma palavra chave

Seguidores

Marcadores

Translate

domingo, 31 de maio de 2020

COSME AFIRMA EM ÁUDIO QUE O VEREADOR CESAR PORTO ESTÁ VENDENDO O MUNICÍPIO E CITA INDÍCIOS DE CORRUPÇÃO

     


BALANÇO DO DIA

O dia foi movimentado em grupos de whatsaap em ilhéus, grupos onde tem vários políticos, ex políticos e lideranças das comunidades e uma discussão que chamou a atenção foram as acusações de Cosme Araújo à câmara de vereadores mais precisamente ao presidente da câmara de vereadores o vereador CESAR PORTO.

Em áudio o ex vereador e advogado criminalista o Dr. Cosme Araujo tocou em duas temáticas que ocorreram recrescentemente na câmara de vereadores de ilhéus, uma foi a APROVAÇÃO DA CÂMARA  ao projeto de lei do prefeito solicitando a ABERTURA DE CREDITO ESPECIAL à câmara de vereadores, votação que ocorreu na ultima quinta-feira (28) tendo assim a sua aprovação pelos vereadores.

            

Sobre esse tema, Cosme afirma que a câmara vai pagar essa conta, desse cheque em branco de 12.000,00 (doze milhões de reais) dado a prefeitura como presente, "e outra coisa, esse dinheiro, esse cheque em braco que deram o prefeito ai agora, o prefeito não, a trupe, a organização, tá certo, esse dinheiro ai os vereadores vão pagar caro por isso, porque eles não poderiam fazer isso, por que não se sabe como o dinheiro será gasto e há noticias no ar de que teve ÁGIL", ou seja, superfaturamento no valor das mercadorias e continuou " e é isso que o Ministério Publico precisa investigar " e citou uma compra da secretaria de educação " porque no lugar que uma pessoa manda comprar 160 kg de folha de louro o dinheiro está correndo solto".

                                                  Compra de 160 kg em folha de louro pela secretaria de educação


Logo após cita os empenhos que a câmara de vereadores realizou na compra de combustíveis os quais soma mais de 15 mil litros, " no lugar que estão gastando 15 mil litros de  diesel para rodar no carrinho alugado pelo presidente da câmara (Cesar Porto), isso tem indicio de corrupção, 5 ou 6 carrou alugados sem precisão, isso é malversação do dinheiro público e indício de corrupção, o Ministério público precisa apurar e se não apurar pode também ser responsabilizado por omissão" e concluiu afirmando que quem está falando é quem tem conhecimento das leis.

Os empenhos firmados pela câmara foram:

1ª Empenho “AQUISIÇÃO DE COMBUSTÍVEL VEICULAR (GASOLINA) ” no valor de R$16.860,60.
2ª Empenho “AQUISIÇÃO DE COMBUSTÍVEL VEICULAR (ÓLEO DIESEL S-10)” no valor de R$61.185,00




Em um outro áudio o Adv. Cosme Araújo afirma que o presidente da câmara (CESAR PORTO) está vendendo o município.

Ouçam os audios


sábado, 30 de maio de 2020

PREFEITURA DE ILHÉUS REDUZ 50% DO SALÁRIO DOS PROFESSORES E APENAS 10% DO SEU SALÁRIO E DE SEUS SECRETÁRIOS


A prefeitura de Ilhéus publicou na sua pagina oficial que como forma de promover a economicidade dos recursos municipais, publicou a Portaria nº 182 para a redução de 10% nos salários de comissionados e de agentes políticos, (Prefeito, Vice-Prefeito e secretários). 

Entretanto há dois meses houve corte de 50% dos professores municipais, isso pegou de surpresa profissionais da educação que há anos são desvalorizados pelas gestões municipal.

um secretário hoje ganha em tono de 10 a 12 mil reais, havendo redução dos 10% passarão a receber 9 mil a 10.800,00 ( dez mil e oitocentos reais).

já um(a) professor(a) ganha de 1.200,00 a 1.500,00 com a redução de 50% estão recebendo de 600,00 a 750,00 isso tem revoltado não só os professores, como também a população que sempre é a favor da valorização dos professores.



MAXIEL RECONHCE ATRASO NO PAGAMENTO DOS ESTAGIÁRIOS E DIZ QUE O REPASSE SERÁ NA SEGUNDA-FEIRA



Depois da publicação do blog INFOR ILHÉUS e pressão dos estagiários a prefeitura se manifesta tardiamente sobre a suspensão  de contratos dos estagiários e publica no diário oficial na data 29/05 (ontem)  ,  o  decreto onde confirma à autorizando a suspensão dos contratos dos estagiários pelo Instituto Evaldo Lodi (IEL) desde a data de 1 de abril de 2020, entretanto a publicação da prefeitura foi dia 29 de maio ,  Porém tem contratos de estagiários que estão pra ser renovados desde 20/12/2019 ,  outros venceram na data 28/02/2020 e 30/03/20 ,  todos esses não foram renovados ,  entretanto os estagiários continuaram à trabalhar ,  porém alguns sem receber há 5 meses ,  outros há 3 meses ,  correndo risco ,  como foi divulgado na outra matéria do nosso Blog (clique aqui)

Isso além de humilhante é ilegal, todos os trabalhadores, trabalham com compromisso e devem ser tratados da mesma forma, como pode mais de 40 estagiários trabalharem sem contratos firmados, trabalhando de forma escrava, sem salários, em risco iminente de contrair o vírus do COVID-19 pelo fato de muitos trabalharem diretamente com pessoas infectadas, estando assim desamparados pela lei trabalhista, isso é caso de o Ministério Público averiguar.

Os estagiários alegam que vêm sofrendo perseguição por parte de MAXIEL, coordenador dos estagiários e responsável pelos contratos, assédio moral e humilhação, segundo os estagiários, ele ameaçava demitir todos aqueles que lhe cobrasse solução de salários ou renovação de contrato.

Em publicação no grupo dos estagiários, Maxiel informa que a publicação do decreto se trata da suspensão dos contratos com a secretaria de gestão e tecnologia, entretanto o decreto não afirma isso e sim qualquer tipo de contrato e segue informando que os REPASSES estarão fazendo na segunda feira 1° de junho, nesse caso quando ele cita "REPASSE" ele reconhece o atraso dos salários dos estagiários

Segue comentário de MAXIEL:


Segue publicação do decreto:



sexta-feira, 29 de maio de 2020

PREFEITURA DE ILHÉUS RENOVA CONTRATO DE ALUGUEL EM IMÓVEL SEM UTILIZAR PARA O FIM DETERMINADO



A prefeitura de Ilhéus renova contrato de 24.000,00 (vinte e quatro mil reais) com Valdelenita De Figueiredo Espinheira Almeida, em aluguel de seu imóvel localizado na Rua Luiz Gama N° 99, Baixa Fria, Município De Ilhéus, Estado Da Bahia, com Inscrição Municipal N.002637, Destinado Ao Funcionamento Dos Conselhos Cmdca E Cmas, Ligados Á Secretaria De Desenvolvimento Social.

O interessante é que este imóvel está alugado e sem o funcionamento, isso é um ato imoral e pratica corriqueira marca da gestão Mário Alexandre.

O blog Infor Ilhéus apura se  e a proprietária desse imóvel tem ligação com agentes públicos ligado a gestão.


EMPRESAS DE ÔNIBUS JUSTIFICAM DÉFICIT FINANCEIRO E PODERÁ NÃO FUNCIONAR NO DIA DA ABERTURA DO COMÉRCIO


Hoje 20/05/2020 a prefeitura de ilhéus publicou no diário oficial o Decreto n. 040 de 29 de maio de 2020 na edição n°112, pág. 13 que trata ta decisão administrativa  solicitando que a ATRANSP (ASSOCIAÇÃO DAS EMPRESAS DE TRANSPORTE DE ILHÉUS), que retome as atividades com um percentual de sua frota para atendimento dos munícipes a partir do dia 1° de junho, quando se inicia a abertura gradativa do comercio de ilhéus.

Entretanto esse pedido foi negado pelas empresas, as quais alegaram "amargo deficit financeiro prestação do serviço público da qual são concessionárias desde os decretos regulamentadores das atividades comerciais para a promoção do isolamento social no enfrentamento da pandemia COVID-19".

Isso pega não só a prefeitura de surpresa a qual sempre esteve ao lado das empresas, inclusive quando há aumento do valor tarifário, como também na tentativa de deixar de receber das referidas empresas um valor de até 15 milhões em impostos.

a prefeitura alegou na decisão que "Desse modo, não decorre qualquer vantagem à administração pública quando a equação financeira do serviço desenvolvido por sua permissionária é positiva. Logo, soa por demais injusto e em total descompasso com os princípios regentes da administração pública transferir ao poder público o resultado equacional negativo do negócio."

Para essa questão a prefeitura jugou descabida a justificativa pelo fato de as empresas não mostrar planilha comprovando déficit, mas quando houve a votação do aumento tarifário a prefeitura aceitou sem a as empresas abrirem a caixa preta.

Com isso, as empresas de ônibus quer atribuir os custos deste possível funcionamento á prefeitura, pois em entrelinhas foi a responsável por esse deficit quando autorizou as empresas a suspender suas atividades por conta do COVID-19.

Até o momento não se sabe se segunda-feira haverá ônibus "rodando " ou não, a prefeitura solicitou  a atenção da Secretária para proceder com o devido tratamento logo após essa decisão.

Acompanhe o decreto:


NA PRISÃO, LUKAS PAIVA IRRITA GEDDEL


O ex-ministro Geddel Vieira Lima, que voltou ao noticiário por ter um dos seus ex-assessores nomeado para o Iphan, disse a um advogado que não aguenta mais o assédio de dois fãs políticos, o advogado Vasco Rusciolleli e o vereador Lukas Paiva, ex-presidente da Câmara Municipal de Ilhéus, segundo anota o Política Livre. O trio divide cela no Centro de Observação Penal, na capital baiana.

Geddel divide cela com o advogado e Lukas Paiva e se irrita com as tentativas frequentes de ambos de abordar um tema do qual ele está, como se diz, de saco cheio na prisão: política. “Ansiosos, não se tocam”.

Fonte: Blog Pimenta 

quinta-feira, 28 de maio de 2020

ESPETACULAR: NASAL REGISTRA NOVOS VÍDEO E FOTOS NO PONTO MAIS ALTO DA NOVA PONTE EM ILHÉUS


Novos registros do Vice Prefeito JOSÉ NASAL nesta quarta feira, no ponto mais alto da nova ponte.

Acompanhe os videos:


VIDEO COM POESIA

BOMBA: ESTAGIÁRIOS DA SAÚDE DIZEM SER HUMILHADOS E QUE ESTÃO SEM RECEBER SALÁRIOS HÁ MAIS DE 3 MESES


Estagiários do setor da SAÚDE PÚBLICA DE ILHÉUS  denunciou ao Blog INFOR ILHÉUS na noite desta quinta (28), que alguns vêm sofrendo perseguição pelo COORDENADOR MAXIEL LIMA SILVA, estão ser receber seus respectivos salários  há 3 meses e são ameaçados de demissão caso questione algo.
MAXIEL está lotado no gabinete do prefeito num cargo de Administrador Regional Iii, entretanto trabalha como COORDENADOR dos estagiários e é responsável pelos contratos de trabalho. Iniciou em setembro de 2019 recebendo 996,00 e em 2020 recebe um valor de 1.045,00.

                                                                    INFORMAÇÃO SOBRE MAXIEL 

Alguns deles por medo de perder o emprego, preferiu recorrer a mídia para que chegue ao conhecimento do prefeito e que essa humilhação termine logo.

Os estagiários de Nível médio trabalham 6 horas/dia e recebem o valor de 495,00 já o de Nível médio que trabalham 4 horas / dia recebem aproximadamente 300, 00 com a passagem inclusa e  o estagiário de nível Superior trabalham 6 horas/dia e recebem o valor de 748,00.

Um deles relatou a seguinte situação em uma publicação:

"Alguém por favor ajuda os estagiários da saúde de ilhéus!!!!
O coordenador por nome Maxiel Lima, vem massacrando os mesmos há meses! Alguns sem pagamento há 3 meses!!!
E se for questionado alguma coisa sobre provável pagamento ele diz que vai demitir! A liberdade de expressão não existe para esse camarada! Trata todos com indiferença, além de ir nos locais de trabalho dos estagiários, coagindo e perseguindo, dizendo que se não trabalharem serão demitidos e que se virem para chegar nos seus locais de trabalho ( temos que pagar do próprio bolso: motoboy, lotação, uber).
Além da grande maioria está sem contrato, pois ele só renovou os contratos dos seus “mais chegados “!!!"

Outro informou que "Muitos sobrevivem com esse dinheiro,ajudam a família! Ou essa era única renda da família! 
Alguns estagiários estavam sendo obrigados a irem junto nas coletas de pessoas SUSPEITAS de COVID! 
Mesmo sem o pagamento ainda tem que ir junto em coletas de exames na central do covid, colocando sua vida em risco e de seus familiares"

Outra estagiária relatou:

"Um absurdo o que esse cara está fazendo com a gente, foi nos postos de saúde fiscalizou pegou os nomes de todo mundo e nada de contrato, só enrolando a gente, se trabalhamos é porque precisamos estamos colocando nossas vida em risco gastando passagem para manter os postos de saúde funcionando, para depois não receber, esse cara foi na unidade onde trabalho há 3 meses fiscalizar para estarmos lá viu e depois não voltou mais e quando perguntamos algo para ele no pv ele não responde, finge que não ver, algumas pessoas já receberam os aditivos e a gente nada, mas de 30 pessoas com mas de 3 meses sem receber, creio eu que o prefeito não saiba disso porque se soubesse já tinha regularizado essa situação até quando vamos ficar a mercê desse rapaz ..... Agente é humano e também pagamos contas,  Abre o olho prefeito!!!, Maxiel se sente o DONO dos CONTRATOS dos estagiários!  Hoje mesmo sem nenhuma explicação, fez um novo grupo de watts, colocando no outro apenas quem ele”deseja” renovar o contrato, ignorando todos os outros estagiários que sempre trabalharam ajudando o Prefeito Mário, carregando nas costas unidades de saúde"

Os estagiários acredita que a gestão do prefeito MÁRIO ALEXANDRE está caminhando bem, entretanto existem pessoas que quando recebe poder pisa nas outras pessoas é o caso de MAXIEL.

Outro estagiário relatou:

" Estou trabalhando desde janeiro, e até hoje não recebi um real do meu salário, que é meu por direito. O descomprometimento e o DESCASO é enorme e causa indignação de minha parte como estagiário, pois isso é uma injustiça. Assim como Maxiel, também tenho conta para pagar e trabalho por necessidade, não por diversão. A falta de comprometimento em dar uma resposta à respeito de minha situação é ridículo, assim como o descaso com meu trabalho, pois se não estivéssemos trabalhando, as unidades estariam em carência em plena crise de saúde pela qual nossa cidade está passando. Então peço que seja, um pouco de empatia, não só por mim e sim por todos os estagiários, peço responsabilidade a cerca do seu trabalho, porque nós estamos tendo com o nosso".

Visão do Blog:

Seremos sempre escravo do trabalho, trabalhamos por necessidade por mais que gostemos do que fazemos, se pararmos de receber nosso salário então aparecem o desgosto por aquela função tão amada.
Esse individuo de nome Maxiel tem se comportado como uma pessoa desumana o qual pensa apenas no seu próprio umbigo e não imagina que esses humildes estagiários tem família e dividas, principalmente das dificuldades passada nesse momento de pandemia.

Os estagiários clamam ao prefeito que essa situação seja resolvida o mais breve possível.

HOJE É ANIVERSÁRIO DE NAILTON RADIOLA, PARABÉNS


Hoje é o aniversário de NAILTON RADIOLA, hoje ele completa 54 primaveras e o blog Infor Ilhéus vem lhe desejar um feliz aniversário, muitos anos de vida saúde e paz, para ele e toda a sua família.
NAILTON RADIOLA nasceu no distrito, em SERRA PILEIRA ( LAGOA PEQUENA) / ILHÉUS e logo após casar-se com IVANI ARAUJO veio morar na área urbana de ilhéus, mais precisamente no ALTO DA ESPERANÇA, lugar onde vive até hoje com sua família. quando veio para área urbana, Nailton Radiola já tinha um filho recém nascido, Jackson Araujo e depois de alguns anos teve outro filho, Jameson Araujo, então com família formada, sempre trabalhou como motorista, naquela época o emprego estava escasso, mas com muito suor conseguiu trabalhar e formar seus filho.


Hoje avô de Ayla Jesus, filha de Jackson Nailton tem uma família feliz e completa, Nailton é um homem de coração enorme e está sempre disposto a ajudar o seu próximo, hoje tem uma casa também na zona rural, na Vila Vidal, pois segundo ele a saudade da roça era enorme.



Depois de tantas lutas em prol do social e vendo que de fora não tinha muito como ajudar o povo então ele colocou em seu coração de que todos os anseios que ele tem por ilhéus e projetos em mente, ele poderia colocar em prática e dá a sua parcela de contribuição ao município, então Nailton se destacando como um dos lideres nas comunidades do Bairro Esperança e Vila Vidal, ele colocou em seu coração o desejo de ser candidato e possível vereador desse município, pois só de dentro pode mudar o sistema.


Parabéns Amigo!

É hoje, o seu aniversário!!!
Nessa data especial, queria te falar que pra muitos você pode ser só um amigo, mas pra mim você é um PAI!

Que nossa amizade dure por muito tempo. Admiro em você a sua grande persistência em seus objetivos, e sempre ajudando as pessoas, com boas palavras de motivação e bons conselhos.

Venho através dessa mensagem te desejar um feliz aniversário meu amigo, que Deus continue te iluminando sempre, sendo essa pessoa humilde, companheira e querida por todos que te conhecem!

Muitos anos de vida, felicidades e sucesso!
Você merece sempre o melhor!

Obrigado por sempre poder contar com você e sorria pois hoje é o seu dia!

PRESIDENTE DO PARTIDO PATRIOTA EMITE NOTA AO PÚBLICO


O partido PATRIOTA através do seu presidente FRED GEDEEON emite nota ao público  para esclarecimentos.

Acompanhe a nota

Nota do partido PATRIOTA 

quarta-feira, 27 de maio de 2020

VILA QUEIRÓS EM DISPUTA POLITICA : Ery Bar x Cesar Porto: Vereadores em Ilhéus trocam farpas e espinhos via áudios na disputa pelo espaço de voto


O vereador e presidente da câmara municipal de vereadores de Ilhéus, CESAR PORTO, ao ter ciência através da matéria veiculada pelo blog INFOR ILHEUS (Acompanhe a matéria), que seu companheiro vereador ERY BAR estava ciscando em seu terreiro, resolveu tirar satisfação e o teor de dialogo deixou claro que a principal finalidade de dialogo é a briga pelo espaço de voto.

César porto tenta preservar aquele espaço, pois a Vila Queiros foi um dos locais que fez com que ele chegasse à cadeira e hoje se tornar o presidente da câmara, entretanto a briga poderia ser por melhorias não por vantagem de votos.

Em áudio Ery Bar se justifica dizendo que não estava lá para se promover, mas sim para prestar um serviço de roçagem, algo que colocaria César porto em maus lençóis, pois alguns moradores veria essa estratégia politica de Ery Bar como um grande feito, visto que a comunidade sempre foi abandonada por nossos políticos. Ele continua dizendo que em sua postagem do facebook apenas citou que a obra da quadra estava a todo vapor, mas não mencionou que a obra era "dele" e sim de Marão.

Mas César porto não engoliu essa ideia e disse que se ele quisesse colocar que era de marão, então que ele não postasse o rosto dele, pois quem visse a foto iria subentender que ele é o autor da obra e isso deixaria todos os lideres ali com uma imagem feia.

Ery Bar ainda tenta amenizar a situação colocando a culpa em Cafú (um dos lideres da comunidade) dizendo que Cafú estava ciumando e foi fuxicar, César porto  rebate dizendo que quem é o vereador hoje e está questionando é ele então ele é responsável pelo dialogo.

César porto ainda com  tom de revolta diz que nunca foi em área de nenhum dos vereadores por respeito a eles, e completou " já você foi numa área que não é sua".
César porto ainda concorda com o blog citando trechos da postagem " por que você não foi lá tirar fotos das mazelas, dos lixos que existem lá e cobrar essas melhorias ao prefeito?"

Cesar porto com tom ainda de ira diz " parceiro gosto muito de você, mas se tiver de tirar fotos tire dentro de sua comunidade, na minha não, por que agora é politica e deixo bem claro que você não votou em mim (votação para presidência da câmara), e se você tiver algo contra mim, então denuncie no ministério publico, te dou carta branca para que você faça isso, se você continuar a entrar na minha área eu vou entrar na sua..."


Acompanhe o dialogo em vídeo montado pelos áudios abaixo:


ILHÉUS - O DIRETOR DA SUTRAN GILSON NASCIMENTO, CONTRATA EMPRESA POR 11.500,00 PARA FORNECER KIT LANCHE PARA AGENTE DE TRÂNSITO


O diretor geral da SUTRAN em Ilhéus, Gison Nascimento, no dia 22 desse mês, ratificou, homologou e adjudicou, o processo administrativo n° 04008/2020 da DISPENSA DE LICITAÇÃO n° 004/2020, visando a contratação de uma empresa de ITABUNA, cidade a qual reside, no valor de 11.500,00 (ONZE MIL E QUINHENTOS REAIS) para fornecimento de KIT LANCHE, para ser utilizado pelos agentes de trânsito.

Gilson é o mesmo que compõe o Conselho Municipal de Trasporte e Trânsito (COMUTRAN) e votou a favor do aumento da tarifa do transporte transporte público.

Lembrando que o KIT LANCHE DAS CRIANÇAS NÃO TEVE DISPENSA DE LICITAÇÃO E PASSOU POR TODO PROCESSO BUROCRÁTICO, MAS NESSE CASO AI FOI MAIS FÁCIL.

Questionamento do Blog:

Por que o prefeito não utiliza do comercio local para compra de mercadorias fazendo com que a verba gire no município e fortaleça assim o  comercio local?

Por que tem que ser na cidade do próprio diretor de transito? no seu bairro?

Por que para a compra dos kits lanche para os estudantes de espolas municipais foram tanta burocracia sendo que precisava muito mais que os agentes que tem seus salários mensais?

Por que não utilizou de verba também emergencial para esse fim?

CÂMARA DE VEREADORES VOTARÁ NESSA QUINTA-FEIRA (28), PROJETO DE LEI ONDE PREFEITURA PEDE LIBERAÇÃO DE 12 MILHÕES EM CRÉDITO ADICIONAL ESPECIAL


A câmara Municipal de Ilhéus por meio do  instagram pública pauta da  sessão ordinária desta quinta-feira, onde dentre as votações acontecerá a votação do projeto de lei 015/2020 (§1° artigo 27 LOMI), o qual autoriza abertura de Crédito Adicional Especial de até 12.000.000,00 (doze milhões de reais), para inclusão no orçamento vigente, esse projeto é de autoria do poder executivo mas precisa ser votado na câmara de vereadores. 

A prefeitura justifica a necessidade de inclusão no Orçamento em vigor de dotações não previstas na redação original, relativas ao conjunto de medidas que se fizerem necessárias ao enfrentamento da emergência de saúde pública decorrente do ruivo coronavírus (COVID-19). Com isso visa ações de prevenção, preparação e assistência á população, bem, coiro .outras despesas necessárias para o enfrentamento do novo coronavírus, tais como, ações de atenção básica, vigilância, média e alta complexidade, aquisição e distribuição de medicamentos e insumos, aquisição de equipamentos, contratação de serviços de saúde, contratação temporária de pessoal, divulgação de informações população, bem como outras despesas necessárias para o enfrentamento do coronavírus.



De acordo com a lei de crédito adicional disponível no site do Senado Federal, durante o exercício financeiro, o poder executivo pode solicitar ao legislativo o acréscimo das dotações orçamentárias. Esses acréscimos, quando autorizados pelo legislativo, serão, então, adicionados ao orçamento corrente. Por isso, são chamados de créditos adicionais.

Por se tratar de aumento de despesa do orçamento corrente, cada solicitação de crédito adicional deve ser acompanhada da fonte de recursos que podem ser: o superávit financeiro (apurado no balanço patrimonial do exercício anterior); excesso de arrecadação; recursos provenientes da anulação parcial ou total de dotações orçamentárias ou de outros créditos adicionais; produto de operações de crédito autorizadas em lei; reserva de Contingência; recursos sem despesas correspondentes.

Vale lembrar que não são permitidas as concessões de créditos adicionais ilimitados, sendo necessário, portanto, que a concessão sempre expresse seu valor, que não poderá ser superior à fonte de recurso hábil.

A própria lei orçamentária anual pode incluir autorização para abertura de créditos adicionais até determinado montante, a fim de tornar mais ágil a gestão orçamentária e financeira.

Os créditos especiais se destinam a financiar programas novos, que não possuem dotação específica no orçamento em vigor. Sua vigência acompanha a do orçamento em vigor, exceto se abertos nos últimos quatro meses do ano, caso em que serão reabertos no orçamento do próximo ano no limite dos seus saldos remanescentes. Igualmente aos créditos suplementares, são autorizados por lei e abertos por decreto. A autorização, em geral, pode constar na própria lei que criou o programa a ser financiado pelo crédito especial.


Exclusivo. Secretário de saúde de Ilhéus, Geraldo Magela, é acusado de aplicar um “golpe” numa idosa de 73 anos

                                                                     Geraldo Magela.


Clarice de Cunto vai completar 74 anos em junho deste ano. Ex-empresária, durante muitos anos foi dona de uma distribuidora de produtos descartáveis e de limpeza em São Paulo. Depois das muitas voltas que a vida deu, hoje ela divide um apartamento com Idália, sua ex-sócia e amiga de longa data. As duas residem na capital paulista e pagam pelo aluguel do pequeno imóvel R$ 1.340 por mês.

Clarice nunca foi casada e não teve filhos. Seus parentes mais próximos residem no interior do estado de São Paulo. Típica aposentada brasileira de baixo poder aquisitivo, não tem funcionária ou cuidadora. Problemas de saúde sérios afirma que não tem. “Sinto apenas alguns tremores, mas não costumo ir ao médico”. Sobre o orçamento apertado explica: “tive que tomar uma decisão: ou pagava aluguel ou pagava plano de saúde. Fui obrigada a escolher as despesas do apartamento para não ficar sem um teto”.

Com a pandemia do novo coronavírus, Clarice tem seguido as recomendações do isolamento social e está confinada em casa. Para adquirir produtos de primeira necessidade, tem ligado para um supermercado próximo que entrega em domicílio.

O maior receio de Clarice neste momento é a Covid-19. Idosa e pertencente ao grupo de risco, ela teme não estar viva para ver a Justiça definir uma questão que lhe envolve diretamente. Em 2013, ela afirma ter sido seriamente prejudicada por um homem que “adquiriu” o único imóvel que lhe pertencia. Esse fato mudou completamente a sua vida.

Clarice comprou uma casa em Olivença em 1999 e seu objetivo era morar perto de uma irmã. Depois de um tempo, a parente mudou-se para São Paulo e ela foi junto. O imóvel passou a ser alugado, mas os problemas com a conservação tornaram-se comuns.

Em 2013 Clarice vendeu a casa para Geraldo Magela Ribeiro, atual secretário de saúde de Ilhéus. Os detalhes da transação ao longo de dois anos, segundo relato da idosa, colocam o caráter do comprador em dúvida.

Clarice e Magela acordaram o valor do imóvel em R$ 350 mil. O comprador daria R$ 50 mil à vista e o restante seria financiado pela Caixa Econômica Federal. No ato da assinatura do contrato de compra e venda, Magela pagou apenas R$ 15 mil e se comprometeu a pagar o restante (R$ 35 mil) em até 60 dias.

Clarice acreditou em Magela e retornou a São Paulo. Seu objetivo era acompanhar de perto o drama vivido por um sobrinho muito próximo que estava em tratamento devido a um câncer.

Enquanto ela estava em São Paulo ao lado do sobrinho que definhava, Magela não pagou o restante da entrada. Por motivos que desconhecemos, ele colocou uma de suas filhas, que é médica, como a compradora oficial. O financiamento da Caixa Econômica (em nome da filha) só foi liberado seis meses depois, mas com valor abaixo do acordado (R$ 256 mil) que foi depositado numa conta bancária de Clarice. Daí em diante, conforme consta no processo judicial, o caso ganhou características de um típico “golpe” aplicado numa pessoa indefesa.

Clarice estava abalada com o sofrimento do sobrinho e essa situação a deixou vulnerável. Ao mesmo tempo, conforme relato da senhora, Magela começou a dizer que não tinha como pagar o valor que faltava da entrada. Disse que possuía um apartamento em Itabuna cuja documentação não estava regularizada. A única saída era contrair empréstimo junto a um banco. O imóvel seria dado como garantia, mas para isso, era necessário providenciar os documentos. A regularização tinha um custo, mas ele não tinha o recurso. Magela pediu a Clarice que lhe emprestasse parte do dinheiro pago pela Caixa. Na esperança de receber tudo que ele lhe devia, a aposentada disse sim, várias vezes.

No processo que tramita na 4ª Vara de Feitos de Relação de Consumo Cíveis e Comerciais de Ilhéus (clique aqui), Clarice afirma que emprestou R$ 161 mil a Geraldo Magela. Parte do dinheiro que a Caixa Econômica pagou à aposentada, cuja origem é o financiamento realizado em nome da filha de Magela, foi parar, aos poucos, nas mãos do pai.

A advogada de Clarice, Lara Kauark, afirma que Magela agiu de má-fé nos vários pedidos de empréstimo que fez. O suposto recurso contraído junto a um banco para quitar a entrada jamais foi viabilizado. A dívida do comprador com a vendedora mais do que triplicou. Antes era de R$ 79 mil e depois saltou para R$ 240 mil.

Clarice relatou a Lara Kauark que Magela fazia pressão por mais dinheiro emprestado, dando garantias de que o recurso para quitação da entrada estava para ser liberado. “Certa vez, ele ligou para pedir mais dinheiro e recomendou que ela fosse rapidamente ao banco fazer a transferência. Na pressa de pegar o ônibus em Olivença, dona Clarice tomou uma queda”, contou Lara Kauark ao BG.

Clarice de Cunto, a vítima. Foto enviada por amigos.

O sobrinho, que era advogado e auxiliava Clarice a resolver muitos problemas, não resistiu ao câncer e faleceu. O irmão de Clarice (pai do rapaz) vivia em cadeira de rodas por ser paraplégico. Após a morte do filho o abalo foi tão forte que ele também morreu pouco tempo depois. “Os órgãos dele foram parando aos poucos”, explica Clarice.

A morte dos parentes deixou Clarice muito abalada e ainda mais vulnerável aos pedidos de Magela. Por não ter recebido todo o dinheiro, Clarice voltou a residir na casa junto com os novos “donos”. Como a situação não foi resolvida, o relacionamento debaixo do mesmo teto ficou difícil e ela disse que foi hostilizada algumas vezes, revela o casal Georgia Couto e Saulo Guimarães. Os dois foram vizinhos de Clarice em Olivença e tornaram-se amigos. Depois de um tempo decidiram morar na zona sul de Ilhéus, mas a amizade foi mantida. Quando perceberam que Clarice corria riscos, Georgia e Saulo pediram que ela saísse da casa e fosse passar um tempo na residência deles.

“Clarice estava nervosa, muito abalada e não conseguia raciocinar direito, por isso decidimos tirá-la da casa”, explica Saulo Guimarães, que é testemunha da aposentada no processo que tramita no fórum de Ilhéus. “Clarice sempre foi dinâmica, participativa e gostava de ler. Com a venda da casa, que se arrastava há dois anos sem receber todo o dinheiro, ela mudou bastante e ficou completamente desorientada. A família dela só ficou sabendo do problema depois. Com a venda do único imóvel que possuía, Clarice queria comprar um pequeno apartamento em São Paulo, guardar um pouco do dinheiro e viver o resto da vida sem passar necessidade”, conta Georgia Couto.

Clarice admite ter ficado anestesiada e triste. Em sinal de gratidão, disse que teria sido pior se não fosse a ajuda de Georgia e Saulo. O casal amigo orientou que ela contratasse a advogada Lara Kauark, ex-presidente da Comissão de Direitos Humanos da OAB/Itabuna. Kauark disse ao BG que a aposentada estava em situação de risco e ressaltou traços marcantes na personalidade da cliente: “ela não mente, pois todas as vezes que lhe faço perguntas, o relato sempre é igual”.

Clarice tem documentos que provam os empréstimos feitos e após reunir todas as provas, o processo foi protocolado em março de 2015 contra Magela, a esposa e as filhas (uma é a compradora oficial e a outra proprietária do apartamento de Itabuna). O BG não vai revelar todos os nomes, pois só Magela é pessoa pública.

Nos pedidos feitos ao juiz Julio Gonçalves da Silva Junior, Clarice busca receber os R$ 240 mil devidos por Magela e uma indenização por danos morais e materiais.  A advogada também pediu uma liminar judicial que bloqueasse a matrícula em cartório do apartamento localizado em Itabuna, pertencente a Magela e uma de suas filhas.  A liminar foi negada.

Em agosto de 2018, a filha médica de Magela, que conseguiu o financiamento na Caixa Econômica Federal (cuja maior parte do dinheiro foi “emprestada ao pai”), propôs um acordo considerado indecoroso pela advogada Lara Kauark.  A filha se dispôs a pagar apenas o valor da entrada e um pouco mais (R$ 80 mil no total) nas seguintes condições: R$ 35 mil no momento da homologação do acordo; 3 parcelas de R$ 7 mil semestrais e 24 parcelas mensais de mil reais a contar da homologação.

Lara Kauark - imagem do facebook

O dinheiro que Magela tomou emprestado de Clarice (R$ 161 mil) não foi reconhecido pela filha como parte da dívida. Na proposta, ela afirma não ter participado do contrato do empréstimo, e que a responsabilidade pelo valor devido é dos seus pais.

Ao recusar o acordo, Lara Kauark afirmou que a filha de Magela esteve várias vezes na casa e presenciou conversas entre os pais e Clarice. Lembrou o fato da ex-proprietária ter permanecido no imóvel, justamente por não ter recebido todo o valor. A advogada encarou a proposta como um “disparate” e disse que os devedores demonstraram “falta de caráter” ao não honrar os compromissos.

Segundo Lara Kauark, três endereços diferentes de Geraldo Magela foram informados à justiça, mas ele nunca foi intimado. Após inúmeras tentativas dos oficiais de justiça, Magela foi convocado para a audiência de conciliação por meio de um edital público, mas não compareceu na data marcada, no dia 02 de fevereiro deste ano.  Segundo a advogada, a ausência de Magela vai propiciar que ele seja julgado à revelia, ou seja, sem no mínimo ter contestado as acusações.

Lara Kauark afirma que Dona Clarice foi engambelada e é vítima de um estelionato afetivo. “Ela foi mantida sob erro por dois anos”, ressalta. Também contou ao BG que Geraldo Magela responde a outros processos na justiça trabalhista e já não possui nenhum bem em nome dele. A advogada acha que sua cliente vai ganhar a causa, só que Magela, a esposa e as filhas ainda poderão recorrer ao Tribunal de Justiça da Bahia. Além disso, quando o processo tiver um desfecho, o judiciário terá dificuldades para encontrar dinheiro e propriedades em nome do réu. Segundo Lara Kauark, Magela disse a Clarice que não acionasse a justiça, pois ele tem muitos “acessos”.

O BG perguntou a Lara Kauark por quais motivos Geraldo Magela não responde uma ação criminal pela prática de estelionato. Ela explicou que Dona Clarice tem medo de possíveis represálias e atentados contra a sua vida, por isso, resolveu entrar com uma ação apenas na vara cível. Apesar de uma lei estabelecer direito à prioridade para os idosos, a causa de Clarice tramita há cinco anos no fórum Epaminondas Berbert de Castro. Lara Kauark acredita que a causa será julgada logo após o retorno dos prazos processuais, paralisados devido à pandemia do novo coronavírus. O BG apurou que a Defensoria Pública do Estado da Bahia passou a acompanhar o caso devido à demora.

“Eu tenho 10 anos na advocacia. Faço parte da Comissão de Direitos Humanos da OAB/Bahia e fui presidente da comissão dessa mesma área na OAB/Itabuna. Essa é a história mais triste que eu já me deparei como advogada. Dona Clarice tem 73 anos. É uma mulher indefesa e idosa, sem filhos e marido. Ela tem medo de morrer e não receber o dinheiro. Para se fazer presente nas audiências, é obrigada a comprar passagens de avião. Aconteceu uma vez de a audiência ser desmarcada, e ela ter que arcar com os custos do cancelamento das passagens. Tudo isso me deixa muito sensibilizada e eu sei que Magela fez tudo de propósito, após ter pedido que Dona Clarice acreditasse em sua palavra. Vale lembrar que ele e a filha trabalham na área de saúde”, disse Lara Kauark à reportagem do BG.

Dona Clarice recebe R$ 1.544 de aposentadoria. Ela acredita que existe uma justiça muito acima desse mundo. “Dessa ninguém consegue se safar. Se eu tive que passar por isso, Deus é capaz de resolver”, afirma com fé. Ela assume os aborrecimentos com o processo e se diz injustiçada, pois em sua vida, garante que nunca teve um protesto judicial. “Nunca paguei juros e nunca atrasei contas, devido à formação que meu pai me deu”.

No dia 22 de abril, o Blog do Gusmão tentou ouvir Geraldo Magela sobre as acusações feitas por Dona Clarice. Enviamos mensagens via Whatsaap e e-mail, mas ele não deu retorno. No dia 25 de maio, tentamos falar com o secretário de saúde por meio da secretaria municipal de comunicação. Pedimos que uma jornalista da SECOM intermediasse o contato. Também não recebemos resposta. Vale lembrar que Geraldo Magela reside na casa que pertenceu a Dona Clarice. Neste momento de combate ao novo coronavírus, ele é um dos responsáveis pela gestão dos recursos da saúde que atendem o povo de Ilhéus, incluindo milhares de idosos.

A casa que pertenceu a Dona Clarice, hoje habitada por Geraldo Magela, localizada na rua Marechal Castelo Branco (conhecida como rua do meio), em Olivença. Foto: Blog do Gusmão.

No dia 04 de maio deste ano, o ator Flavio Migliaccio, 85, foi encontrado morto em seu sítio localizado em Rio Bonito, no interior do estado do Rio de Janeiro. Migliaccio deixou uma carta aos familiares com a seguinte afirmação: “a humanidade não deu certo”. A forma como a morte do artista aconteceu deixou muitas pessoas chocadas. Consagrado no teatro, cinema e televisão, ele esperava há mais de 20 anos o pagamento de uma indenização devida pela TVE. Este motivo e outros cansaram Flavio Migliaccio.

Dona Clarice espera há 7 anos pelo fim do seu problema. Ela assume que foi ingênua. “Nunca fui tontinha. Vivi a circunstância de ter sido enganada por um homem voltado para si e desonesto. Certa vez ele chorou para mim e me deu certeza de que me pagaria, pois o sonho dele era ter uma casa em Olivença. Fui enganada, não consigo explicar por que emprestei dinheiro para ele, mas não posso me desesperar e ficar doente. Sou dizimista e Deus é a minha religião”.

Emocionada ela afirma: “o golpe que me aplicaram não pode acabar com a minha vida. Deverei honrar até o fim a vida que Deus me deu”.


Fonte: Blog do gusmão

CARLOS AUGUTÃO PROMETE PROTOCOLAR PEDIDO DE EXTINÇÃO DO MANDATO DO VEREADOR PRESO LUKAS PAIVA

                  CARLOS AUGUSTÃO( IMAGEM DO FACEBOOK


Depois de completar hoje 27/05, 180 dias do afastamento do Vereador LUKAS PAIVA de suas atividades na câmara de vereadores devido a sua prisão resultado da "OPERAÇÃO XAVIER"  o seu suplente CARLOS AUGUSTÃO, prepara o pedido da extinção do cargo do vereador preso.

CARLOS AUGUSTÃO postou em sua página do facebook a promessa de amanhã quinta-feira (28), protocolar esse pedido.






Se o mandato de LUKAS PAIVA for extinto quem assume a cadeira é o próprio autor do pedido, CARLO AUGUSTÃO que em maio de 2019 já havia assumido a cadeira logo após LUKAS PAIVA ter sido preso na própria OPERAÇÃO XAVIER.

                                PRESO PELA OPERAÇÃO XAVIER

A Operação Xavier foi deflagrada após investigação que apontou um esquema de fraudes em licitações, contratos e lavagem de dinheiro no âmbito da Câmara de Ilhéus. Os crimes teriam ocorrido entre 2011 e 2018.

Apontado como líder de um esquema de corrupção na Câmara Municipal de Ilhéus, sul da Bahia, o vereador Lukas Paiva (PSB) foi preso pela segunda vez no dia 2 de março de 2019, se entregando à policia na cidade de salvador, onde se encontra preso.

terça-feira, 26 de maio de 2020

Líderes religiosos se manifestam em desfavor ao decreto municipal.



Vários lideres religiosos resolveram se manifestar em nota, vídeo e postagens em

redes sociais repudiando o decreto 037/2020 de 23/04/2020 do prefeito Mário Alexandre, que autoriza a retomada de cultos religiosos em meio a pandemia do Covid-19. 

Os lideres religiosos que se manifestaram foram:

O Pr. da IGREJA PRESBITERIANA de Ilhéus, Reverendo MELQUISEDEQUE DE CASTRO, onde seu conselho teve acesso ao decreto e tomou a decisão de manter suspensos os cultos presenciais permanecendo apenas os virtuais. Com essa atitude o líder religioso demonstra a sensatez necessária e peculiar aos homens de responsabilidade nesse tempo tão incerto em que estamos vivendo! 

   Comunicado da Igreja Presbiteriana de Ilhéus


O BISPO DOM MAURO MOTAGNOLI da SANTA IGREJA CATÓLICA,  também emitiu nota de  pronunciamento contra o DECRETO assinado pelo Prefeito Mário Alexandre e orienta que todos os fiéis permaneçam em casa, orando, meditando na palavra e participando de missas virtuais .


Outro Pr. contrario ao decreto de Mario Alexandre foi o Pr. ABRAÃO SILVA da IGREJA BATISTA MEMORIAL e publicou em seu perfil do facebook uma nota contra tal decreto informando aos fieis que embora o decreto do prefeito autorize a abertura dos templos religiosos para realização de cultos, ele na condição de pastor e presidente da Igreja, determina que os cultos permaneçam acontecendo de forma virtual, fazendo isso o líder religioso se sente num dever cumprido dando sua contribuição para a preservação e valorização das vidas das pessoas. Veja a postagem na pagina de Facebook do Pr. (CLICANDO AQUI)



Pr. PEDRO CHAGAS, líder da IGREJA BATISTA LINDINÓPOLIS também manifesta seu repúdio ao decreto do Prefeito Mário Alexandre em querer abrir templos religiosos em meio a pandemia, em vídeo ele cita que "os número de contaminados só aumentam a cada dia". Assistam!!!


Segue decreto do prefeito:


Em um grupo de whatsapp um participante expressou o seguinte pensamento:

"Enfim, para resumir de conversa, um líder religioso responsável e temente à sua doutrina de fé jamais vai por a saúde de seus membros (adeptos) em risco. O que percebe-se com tudo isso nada mais é que uma jogada do Prefeito Mário Alexandre que tenta a todos custo  "politizar" o seguimento afim de barganhar apoios políticos tanto da Assembleia de Deus onde sua mãe congrega quanto na IURD onde seu líder de governo da Câmara pastora. Entretanto, os demais seguimentos que em nenhum momento foram consultados, começam se manifestar. Não cumpriram a determinação insana do prefeito. Estamos no meio da curva, chegando no epicentro da pandemia. 90% das UTIs dos hospitais estão super lotadas.

Dr. Mário, com a saúde do povo não se brinca, tenha mais seriedade e responsabilidade. Não use das circunstâncias  para se fazer políticagem. O coronavírus é real e fatal!!! Mas só se sabemos a dor quando a doença bate na porta de nossa casa."

Analise do blog:

Com a eleição bem próxima, apesar do adiamento, o prefeito Mário Alexandre tem tentado de todas as formas ganhar forças com seguimentos em ilhéus, com o decreto que autoriza a reabertura de templos religiosos o prefeito tenta conquistar o publico do seguimento religioso onde a sua mãe a ex deputada Angela Souza e diga-se de passagem investigada na operação Águia de Haia, tinha parte dos seus eleitores e que com o esse escândalo que a levou para essa operação no MP, fez tudo cair por terra. Entretanto as estratégias foram para o ralo, pois os próprios lideres estão mais preocupados com as vidas dos seus fiéis que ir a um templo cultuar, visto que os cultos podem ser feitos nos próprios lares entre família, assim como de forma virtual, pois a palavra de Deus é clara, "onde dois ou três estiverem reunidos em meu nome, ali estou no meio deles” (Mt 18,20).

Em Ilhéus, Movimentos sociais, evangélicos, sindicais e estudantis criam Comitê Popular Solidário com convocação de reunião online para próxima quarta.


Com o objetivo de unir forças, mobilizar as comunidades e executar em coletivo intervenção urgente para enfrentamento aos impactos do coronavirus, movimentos sociais de Ilhéus realizaram na última quinta-feira (21-maio), pela internet, a criação do Comitê Municipal Popular Solidário, vinculado ao Comitê Popular Solidário da Bahia que está presente em mais de 200 cidades baianas.

Com a presença de representantes da sociedade civil, como o Sindicato dos Bancários, Associação Doscente da UESC, União Brasileira de Mulheres, SINDIBORRACHA, Cristãos contra o Fascismo, Associação de Moradores do Nelson Costa, Igreja Liberta Bahia, SINPOJUD, SINDICACAU, UNEGRO, "ELAS"(Coletiva de Mulheres Pretas), "MLB" (Movimento de Luta nos Bairros, Vilas e Favelas), cidadãos de vários segmentos, como estudantes, professores, agentes comunitários, marítimos e assistentes sociais,  além de órgãos públicos como Conselho de Saúde, Mandato Parlamentar de Vereador, o SINE e o Centro Público de Economia Solidária vinculados à Secretaria Estadual de Trabalho, Emprego e Renda.

O Comitê Popular Solidário em Ilhéus tem alguns objetivos sérios e importantes. Sensibilizar a sociedade para a solidariedade, com foco à construção de ações concretas, como a doação de alimentos, máscaras, produtos de higiene, água potável e muito mais, para o enfrentamento das consequências sociais e econômicas da Epidemia da doença covid-19; Pautar os governos com propostas de políticas públicas para diminuir o sofrimento dos setores mais frágeis da sociedade; Sensibilizar artistas e atores sociais diversos para interagir e contribuir com esses objetivos.

Na reunião, houve um informe sobre as ações do Comitê Popular Solidário - Bahia e o compartilhamento das ações solidárias que as entidades já estão realizando, como a arrecadação e distribuição de alimentos, produtos de higiene e máscaras.

Se estabeleceu um consenso de que, em unidade, as pessoas presentes e organizações, poderiam ajudar a fazer mais ações solidárias e de forma mais eficiente. Portanto a coordenação executiva e administrativa deste Comitê Popular Solidário convida todos os movimento, organização, instituição, entidade ou pessoas cidadãs da sociedade de ilhéus a fazerem parte desse comitê. 

"Estamos convocando nova reunião para a próxima quarta-feira para definirmos detalhes de Lançamento Online da mesma campanha que está acontecendo na Bahia inteira. Precisamos unir forças nesse momento, deixar as vaidades e egos de lado e focar nas vidas das famílias ilheenses." informa Marcolino Vinicius Vieira, Missionário da Igreja Liberta. 

"A previsão é uma Live com ajuda de artistas locais e regionais criando uma correnteza de solidariedade, por que temos mães chefas de família com duas, três crianças em ilhéus em bairros como o Nelson Costa e Condomínio Sol e Mar, por exemplo, que estão sobrevivendo com pão seco e café com farinha. Isso é um retrato das vulnerabilidades sociais e econômicas que estão se aprofundando com essa crise de saúde." relata Railane, Coordenadora da Coletiva de Mulheres Pretas.

Para participar das próximas reuniões e fazer parte do Comitê os contatos são pelo whatsapp (73) 98106-7662 ou nas redes sociais do comitê nos links:

Você pode ser beneficiária/o ou doador/a preenchendo o formulário https://bit.ly/ComitePopSolidarioIlheus

Arquivo do blog